Viagem de trem Florença/Veneza, Basilica di San Marco, Palazzo Ducale e Campanário

DIA 14 DE MARÇO DE 2013

Na quinta-feira acordamos bem cedo e partimos para a estação de trem rumo a Veneza, a Sereníssima!
Desta vez usamos a reserva que foi efetuada no Brasil e tudo correu tranqüilamente, sem imprevistos. Foram duas horas de viagem bem tranqüilas e desembarcamos na estação Santa Lucia.
___

Dica: os hotéis que ficam próximos a região da estação de Mestre costumam ser mais baratos. Mas não economize desta forma! O Transporte em Veneza é tão caro que qualquer economia na estadia vai se converter em mil custos extras com deslocamento. Procure ficar a uma distancia a pé das principais atrações.

Ao desembarcar na estação de Santa Lucia a vista já impressiona. A estação fica colada no Grande Canal e já fica claro ali que estamos em um local especial…

20130320-004757.jpg

Desembarcando em Santa Lucia, Veneza

Bem em frente a estação tem uma estação das embarcações que cruzam a cidade. Nesta hora cometemos um pequeno erro: compramos o bilhete válido por 12h, que sai a 18€ cada, na ilusão de que a gente precisaria fazer varias viagens durante o dia.

Na verdade apenas o bilhete de 7€, para viagem única já bastaria, pois estávamos hospedados bem pertinho da Piazza San Marcos.

O caminho até o centro já é uma viagem muito legal, pois o barco percorre todo o Grande Canal e podemos ir admirando a cidade pelo trajeto. Nesta hora eu só pensava uma coisa: 1dia vai ser pouco para conhecermos esta cidade…

Igreja a beira do Grande Canal

Igreja a beira do Grande Canal

No horizonte, bem ao fundo, a gente podia ver os Alpes congelados, com suas pontas branquinhas enfeitando a paisagem e neste ponto percebemos também que estes seriam os dias mais congelantes da nossa viagem.

Chegando na cidade, encantados com tudo, fomos arrastando nossas malas pelas ruas estreitas, usando um mapinha enviado pelo nosso agente de viagem.

20130320-005942.jpg

Uma das centenas de pontes em Veneza

Aos poucos a euforia inicial foi se transformando em cansaço e frustração quando percebemos que o mapa que estávamos usando estava errado e nos levou a outro hotel… Daí ficamos 1h circulando pela cidade, perdido pelas vielas da Sereníssima, que não estava tão serena assim.

O frio era enorme, tinha uma chuva fina e um vento cortante e gelado na nossa cara. E aquilo que torna Veneza uma cidade única e belíssima, a torna também um suplicio pra quem chega.

Como a cidade é toda cortada por rios, são centenas de pontes, todas com escadas. E nessa brincadeira de desce e sobe escada, ainda consegui quebrar a alça da minha mala…

Anotado: comprar uma mala da Samsonite no free-shop.
___

Dica: antes de chegar, tenha uma mapa em mãos com a localização exata do seu hotel. Escolha o trajeto com menos pontes.

Escadaria bisonha para o quarto do Hotel

Escadaria bisonha para o quarto do Hotel

Depois de pedir informações encontramos o hotel e descobrimos que estávamos bem pertinho da estação! Afff…

Chegando lá, como se não bastasse, o hotel ficava no segundo andar de um prédio com 2 lances de escadas enormes! Fui lá em cima e pedi pra alguém nos ajudar e o cara da recepção levou a mala da Elisa, mas a minha ignoraram…

Chegando na recepção o cara ainda olha pra mim com a cara mais deslavada do mundo e com aquele jeito irônico dos nossos amigos italianos, pergunta: “are you tired?”

Respirei fundo, fingi que não entendi, dei um sorriso amarelo e prossegui com nosso check-in…

Enfim em “casa”. O Hotel San Gallo de Veneza foi de longe o piorzinho, mas ainda assim era bem legal, se relevarmos a questão da escada. Provavelmente os hotéis por lá são menos espaçosos e mais antigos…

20130320-011819.jpg

Quarto do Hotel San Gallo

Largamos tudo no hotel e fomos direto pro almoço. Nesta hora outro erro: escolhemos um restaurante na beira do grande canal, com mesas ao ar livre.

Tinha uns aquecedores nos postes da cobertura, apontado pra mesa, mas não adiantou. Uma ventania e um frio danado o almoço todo! Aproveitei para experimentar de cara um dos pratos típicos da região:

20130320-012239.jpg

Spaghetti al Nero di Sepia

Macarrão com lulas e molho feito com a tinta da lula. Meio bizarro, mas gostoso. Nada demais… Fiquei com os dentes pretos e a Elisa não quis provar de jeito nenhum…

Depois do almoço retornamos ao hotel para nos equiparmos melhor contra o frio.

  • pés: duas meias toalhadas e tênis;
  • pernas: uma ceroula, calça de pijama e calça jeans;
  • tronco: camisa térmica de manga comprida, camisa de malha de manga comprida, casado de lã e casaco de couro acolchoado;
  • acessórios: gorro, cachecol e luvas.

Pronto! Preparado para o frio… Eu tava andando que nem o robocop, mas pelo menos tava quentinho.

20130320-022937.jpg

Foto em mais uma das pontes de Veneza

A previsão do tempo mostrava media de 4 graus, mas se me disserem que fez abaixo de zero eu acredito… Já peguei chuva com temperaturas próximas a zero antes (né Pri?), mas acho que esta foi o maior frio da minha vida!

Primeira parada foi a Basílica di San Marco, que fica na praça de mesmo nome.

20130320-013914.jpg

Piazza di San Marco, com a Basilica e o Campanário ao fundo

A gente não podia tirar fotos lá dentro, então não dá pra mostrar muita cosia. Mas a Basilica é linda, mas depois de tantas igrejas monumentais, já não impressionou tanto…

20130320-015424.jpg

Interior da Basilica com destaque para os lindos mosaicos do teto

Observação: É muito interessante ver as passarelas temporárias colocadas pela prefeitura para as pessoas caminharem na praça durante as cheias… A praça fica inundada com umas poças enormes e podemos ver visivelmente a água brotando do chão. Coisas de Veneza.

De lá fomos para o Palazzo Ducale. O museu é bem legal. Fugiu um pouco do esquema de pinturas e esculturas dos últimos dias. Lá, as obras de arte estão nas decorações de paredes e tetos que são todos com painéis, mas tem outras exposições interessantes como as salas da magistratura Veneziana, os calabouços e prisões no subsolo e uma exposição de armas e armaduras de guerra…

20130320-020407.jpg

Pátio interno do Palazzo Ducale

20130320-020506.jpg

Exposição de armas de guerra no Palazzo Ducale

De lá, pegamos o elevador do Campanário de onde podemos apreciar umas vistas incríveis da cidade do alto dos seus 98m.

20130320-020713.jpg

Vista do alto do Campanário

Lá em cima estava um vento tão forte e tão gelado, que não agüentamos ficar muito tempo. Até a câmera fotográfica estava gelada. Tiramos fotos rápidas e descemos.

Mais tarde ficamos circulando pelas ruas de Veneza e fomos jantar num dos restaurantes que ficam em frente a ponte Rialto, na beira do canal. Dica do Rafael, que eu recomendo a todos… São vários restaurantes, um do lado do outro, todos bem legais.

Vista para a Ponte Rialto no Grande Canal

Vista para a Ponte Rialto no Grande Canal

20130320-021146.jpg

Vista para a Ponte Rialto a noite

Depois ficamos circulando a noite, meio sem rumo, perdidos no labirinto de ruas e rios…

Li em algum lugar uma coisa, que tenho que confirmar aqui: A grande atração de Veneza não são seus monumentos, igrejas ou museus. A grande atração é a própria cidade…

A cada esquina, mais uma bela vista, uma surpresa e um encantamento. A cidade tem um clima mágico e especial…

___

Para conhecer todos os detalhes sobre Roteiro Itália e Espanha 2013 clique aqui. Para ver todos os posts clique aqui.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Viagem de trem Florença/Veneza, Basilica di San Marco, Palazzo Ducale e Campanário

  1. OI QUERIDA,AMEIII SEU BLOG,ESTÁ ME AJUDANDO MUITO!GOSTARIA DE SABER DE VC COMO FAÇO PARA IR DA ESTAÇAO DE TREM SANTA LUCIA PARA A PRAÇASAN MARCO?POIS RESERVEI UM HOTEL NA FRENTE DA PRAÇA.BJS

    Curtir

    • Olá Eleonora,
      Você vai precisar de um barco, o famoso vaporetto.
      Na saída da estação vc pode comprar os bilhetes. Compra na hora mesmo, super fácil, não tem como errar.

      Só toma cuidado pra não comprar o bilhete mais caro, valido para varias viagens ao longo do dia. Se você vai direto pro hotel e ficar no centro, o bilhete simples basta.

      Abraco e boa viagem!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s