Lua-de-mel em Paris 2011: Roteiro de 6 dias na cidade luz

DE 12 A 17 de SETEMBRO DE 2011

Conforme prometido, iniciei a criação dos primeiros posts retroativos. Ou seja, relatos de viagens passadas, anteriores a criação deste blog. Na verdade eu furei a fila com o roteiro de Bonito, mas os relatos de Paris foram os primeiros…

Pra começar esta viagem ao passado eu precisava começar por Paris, pois eu e Elisa sempre teremos muito carinho por esta cidade, que dificilmente perderá seu posto de destino de viagem preferido por alguns motivos muito fortes:

  • Esta foi a primeira cidade que conhecemos na Europa e a emoção de estar lá pela primeira vez é muito difícil de ser superada;
  • Este foi o lugar onde passamos nossa lua-de-mel, o que nos fez viver e enxergar tudo com uma visão muito diferente;
  • E finalmente o motivo mais simples de todos: porque Paris é Paris…

E para entender melhor o terceiro motivo da lista, te convido a visitar cada um dos posts do nosso blog.

Já vi opiniões das mais diversas sobre Paris, desde as mais apaixonadas, até as mais revoltadas. E uma coisa é fato, não dá pra deixar uma cidade como esta com um sentimento indiferente…

Conheço algumas pessoas que disseram que odiaram Paris e tento respeitar sua opinião, mas sinceramente não consigo entender o que pode causar este tipo de impressão, porque pra mim Paris é uma cidade espetacular! Grandiosa, elegante, charmosa, estilosa, romântica… Para Paris existem adjetivos para todos os gostos.

Enfim… Vou tentar resumir neste post as principais dicas que incluí no post de cada dia e vou acrescentar algumas outras dicas gerais. Espero que vocês gostem!

O ROTEIRO

Como se tratava de nossa primeira viagem internacional e uma viagem de curta duração, tentamos cobrir o roteiro básico com os lugares e programas essenciais de Paris, como bons turistas de primeira viagem…

A lista abaixo traz um resumo do nosso roteiro e um link para cada post, dia a dia:

12/09/11, seg: Aterrissando em Paris – Champs Elysées e o Arco do Triunfo
13/09/11, ter: City tour, Torre Eiffel e o Palácio dos Inválidos
14/09/11, qua: A imensidão do Museu do Louvre e o Jardim das Tulherias
15/09/11, qui: Bate-volta ao Palácio de Versalhes
16/09/11, sex: Um tour pelos Castelos do Vale do Loire e Cruzeiro noturno pelo Rio Sena
17/09/11, sáb: Basílica de Sacré Cœur e o bairro boêmio de Montmartre

No dia 18 pela manhã pegamos nosso voo de volta pra casa.

Muita coisa ficou de fora, como por exemplo a Catedral de Notre Dame, Museus de Rodin, Museu D’Orsay, incursões ao Quartier Latin, um espetáculo na Opera de Paris ou Moulin Rouge e tantas outras possibilidades. Mas como precisamos de alguns bons motivos para voltar a Paris, acho que estes estão de bom tamanho!


Vai a Paris? Que tal comprar ingressos online para as principais atrações da cidade, pagar com desconto e ainda furar fila? Clique aqui e compre seus ingressos no TicketBar.


O mapa abaixo mostra uma visão geral dos principais pontos visitados, dando uma ideia de distâncias percorridas para ajudá-los na preparação de um roteiro otimizado, conjugando atrações próximas no mesmo dia e também auxiliando na escolha de suas acomodações.

ONDE FICAR E COMO CIRCULAR EM PARIS

Ficamos hospedados no charmoso Hôtel Le 123 Elysees, que ficava muitíssimo bem localizado, perto da famosa Avenida Champs Élysées e perto da Estação de Metrô Saint-Philippe du Roule. Recomendo!

O táxi é caro, mas não é nenhum absurdo. Só me lembro de pegar táxi 2 vezes: saindo e voltando para o aeroporto. Eles cobram uma taxa extra pelas malas.

Em uma cidade com um dos melhores sistemas de metrô do mundo não tenha a melhor dúvida, ande sempre de metrô. Assim que chegar, compre logo um bilhete de 10 viagens – que sai muito mais em conta – porque você certamente usará muito o metrô.

Existem também opções de cartões semanais, com direto a viagens ilimitadas por um certo período: clique aqui para detalhes sobre o Paris Pass.

Se optar por este cartão, tome cuidado! Eles exigem que você assine o cartão e cole uma foto sua. Não é mera formalidade e o descumprimento desta exigência pode te custar uma multa! Tenho um amigo que comprou este cartão e não colou foto (porque não tinha e achou que não precisava) e acabou multado no último dia do passeio… E pra cobrar eles são eficientes: foram atendidos em português e o pagamento foi feito no cartão de crédito. Se não quiser pagar, tudo bem… Um guarda te acompanhará até a delegacia mais próxima…

Qualquer canto da cidade, por mais inóspito que possa ser, terá uma estação de metrô a uma pequena distância a pé. Mas cuidado com as baldeações desnecessárias, porque em algumas trocas de estação você andará por corredores e escadas maiores do que um quarteirão. Então tente fazer seu trajeto com o mínimo de troca de linhas e se faltar apenas 1 estação pra chegar lá, muitas vezes será mais vantajoso caminhar até seu destino do que trocar de linha para andar mais uma estação.

A propósito, caminhar será sempre o melhor jeito de explorar a cidade de Paris. Apesar da comodidade, evite o “turismo toupeira”…. Veja a luz do sol, descubra a cidade por cima, de preferência usando caminhos diferentes cada vez que sair do seu hotel. As ruas são bem regulares e você poderá chegar ao mesmo lugar usando ruas paralelas. Faça isso e se surpreenda com novas paisagens a cada dia.

NOS RESTAURANTES

Em Paris coma como os franceses e você descobrirá paladares novos e deliciosos. Não invente de comer carne vermelha como no Brasil, porque a carne não é tão boa quanto a nossa. Procure consumir o que eles tem de melhor e diferente: Experimente o Tartare Boeuf, macarron e outras delícias exóticas. Não tem jeito, você vai ter uma overdose de batata fritas, porque não é por acaso que elas são conhecidas como french fries.

Para refeições mais econômicas, almoce ao ar livre nos inúmeros bistrôs da cidade e procure pelo plat du jour. É o famoso prato do dia, que normalmente vem em um combo com entrada, prato principal e sobremesa, com preço muito justo. Ou prato principal, taça de vinho e sobremesa… Depende da opção e do restaurante.

Lua de Mel em Paris 222

Um café espresso nos Bistrôs de Paris é sempre uma boa pedida

Por falar em vinho, estes são mais baratos que um refrigerante e o vinho da casa é sempre excelente. O café espesso também é bom, parecido com o nosso.

E nunca pague por sua água. Se você chegar desavisado, todo turistão, vão te empurrar uma Vettel safada que custa uma fortuna em poucos goles. Peça água da bica como todo bom parisiense… É isso mesmo, água da bica! Geladinha, fresquinha, com direito a refil e grátis! Olhe em volte e você verá que todo mundo estará com sua jarra na mesa, então não seja besta e fique com nojinho… Faça uma cara bem blasé e diga elegantemente: tap water is fine, please…

RITUAIS E REGRAS DE ETIQUETA

Antes de ir a França eu costumava ouvir lendas sobre os franceses que diziam que eles eram extremamente rudes e te tratavam mal se você tentasse conversar em inglês com eles… Pura lenda!
Não sei como é no interior, mas em Paris até o motorista de ônibus fala inglês. Mas seja educado… Treine bem o seu Bon Jour e aborde as pessoas sempre em francês, demonstrando respeito. Aprenda palavras básicas de saudações, mas não se preocupe se você não fala francês como eu… Pode falar em inglês, porque se você for educado, todos vão te atender com muita cortesia.

Os franceses são muito corteses e se você seguir todo o ritual deles, você será tratado como um rei… Mas se você não seguir algumas regras de etiqueta, a situação será diferente. Coisas simples que brasileiro adora fazer podem parecer rude ou soar como descaso pra eles. Tente ser objetivo e direto sempre e evite brincadeiras e intimidades. Lá o serviço é muito eficiente e um garçom sozinho atende dezenas de mesas, então não desperdice o tempo dele…

Por falar em serviço, na maioria das vezes o serviço não estará incluído na conta. Depois de recebê-la, deixe o dinheiro sobre a mesa com o valor de gorjeta que seu “coração mandar” e pode se levantar sem problemas. Se estiver sem troco, pague em dinheiro, pegue o troco e deixe sobre a mesa o valor que desejar… É de bom tom deixar em torno de 10%.

CITY TOUR EM ÔNIBUS ABERTO

Sempre bom para um circulada inicial pela cidade quando não se tem um roteiro bem definido.
Os ônibus turísticos usam o sistema hop-on hop-off tradicional de todas as cidades turísticas da Europa.

O passeio em ônibus aberto é interessante para dar uma visão geral da cidade

O passeio em ônibus aberto é interessante para dar uma visão geral da cidade

O circuito passa pelas principais atrações turísticas da cidade e você vai acompanhando o circuito com um audio-guide, podendo descer e subir quantas vezes quiser em qualquer um dos pontos de parada, por dois dias. Você ainda pode usá-lo como meio de transporte, economizando uns trocados que seriam gastos no metrô.

Le car Rouge tem áudio em português do Brasil.

Mas se você já tem um roteiro bem definido e pouco tempo, não recomendo o ônibus, pois você pode perder um tempo precioso com o ritmo lento do passeio, que é feito para que você possa contemplar a paisagem do alto do ônibus, tirar fotos e ouvir a história de cada lugar enquanto passa por eles…

BATE-VOLTA: VALE DO LOIRE OU VERSALHES?

Se você quiser conhecer os belíssimos Castelos da França, você terá estas 2 opções bem fáceis a parir de Paris. Mas se o seu roteiro for apertado, certamente a melhor opção será o Château de Versailles. É o mais bonito e oferece o passeio mais completo, além de ser muuuuuito mais perto.

Se você curte uma certa independência, talvez os passeios de ônibus até o Vale do Loire não valham a pena, porque o passeio fica muito restrito e você vai ficar com gostinho de quero-mais… Se tiver com mais tempo, alugue um carro e fique pelo menos uma noite no Vale do Loire. Conheça uma vinícola, almoce tranquilamente, beba bons vinhos e visite quantos castelos você quiser, pelo tempo que quiser e o passeio será maravilhoso. Mas se você não for muito safo e gostar da segurança que um passeio guiado pode te trazer, o passeio de ônibus possa ser uma boa pedida.

Visitar o Chateau de Versailles e seus lindos jardins é um programa indispensável

Visitar o Chateau de Versailles e seus lindos jardins é um programa indispensável

Por outro lado, acho que uma visita ao Chateau de Versailles é um passeio obrigatório e muito fácil de fazer. Você vai pegar apenas um metrô e uma integração para o trem. Fica pertinho de Paris, em torno de 1h. A fila na entrada também é gigante, mas vale cada minuto… Visite o castelo, veja tudo por dentro e depois curta um tempo pelos jardins, almoce na beira do lago observando os patos… é pra passar o dia todo por lá. Se quiser, alugue um carro de golfe para andar pelos Jardins porque ele é gigantesco e é impossível andar tudo a pé.

 ATRAÇÕES EM DESTAQUE

Aqui vou falar um pouco sobre atrações que merecem destaque em nosso roteiro dentro da cidade de Paris.

Museu do Louvre e outros: Reserve um dia inteiro para conhecer o Louvre… Se você gosta de museus, não se iluda, porque você não vai conseguir sair cedo de lá e certamente ficará perdido dentro daquela imensidão que é o maior museu do mundo.

Em primeiro plano a pirâmide de vidro do Louvre e ao fundo o Arco do triunfo do Carroussel

Em primeiro plano a pirâmide de vidro do Louvre e ao fundo o Arco do triunfo do Carroussel

No primeiro domingo de cada mês e no dia 14 de julho a entrada é gratuita. Menores de 26 anos não pagam as sextas-feiras.

Atenção a sua programação, pois o museu fecha as terças-feiras e fica aberto até as 18h. As quartas e sábados ele fecha mais tarde, as 21:45h. Maiores detalhes sobre preços e horários no site do Museu do Louvre.

Ao sair do museu do Louvre não deixe de passar um tempo no jardim das Tulherias e saia pela Praça da Concórdia.

Se puder, visite o Museé D’Orsay, que dizem ser muito legal também. E o museu do exército, que consegui ver apenas do lado de fora, mas vale uma visita junto com o túmulo de Napoleão.

A Torre Eiffel vista dos jardins do Champs de Mars

A Torre Eiffel em mais um angulo

Torre Eiffel: Símbolo da cidade. Simplesmente indispensável!

Ao se aproximar da torre você terá certeza de que está em Paris. Não deixe de subir no alto da torre em hipótese alguma e veja a cidade por vários ângulos, de várias alturas…
Você descobrirá ao longo de sua estada, que a torre pode ser vista de vários lugares diferentes e de vários ângulos. Descubra seus ângulos preferidos, seja de noite ou de dia e fotografa a Torre Eiffel quantas vezes forem necessárias.

Não se assuste com a fila, porque ela anda bem. Tente curtir a diversidade de pessoas e situações que você observará em sua espera para a subida. Dedique um bom tempo para contemplação sentado nas grama do Champs de Mars.

Arco do triunfo: Junto com a torre, também é um marco arquitetônico considerado símbolo da cidade e é um dos arcos triunfais mais bonitos do mundo.

Não subestime a vista do alto do Arco do Triunfo. A vista para a praça da Etoile e a Champs Elysees é bem legal e no horizonte, a torre, é claro. No fim da tarde acontece a cerimônia em homenagem ao soldado anônimo aos pés do arco triunfal. No dia de sua visita ao Arco do Triunfo, aproveite também para conhecer a Champs Elysees, com suas lojas famosas, boutiques, bistrôs, lanchonetes, cafeteiras, cinemas e todo aquele clima de badalação e sofisticação.

Cruzeiro pelo Rio Sena: Não se limite a admirar apenas as margens do Rio Sena. Em sua visita a Paris você precisa conhecer o Rio Sena do jeito que ele merece…
Acho que a noite o passeio é ainda mais legal. Podemos observar os jovens franceses sentados na beira do Sena curtindo um champanhe e acenando para os barcos e ver as luzes da cidade que tem um charme todo especial a noite.

A Catedral de Notre Dame vista de outro angulo, durante o Cruzeiro sobre o Sena

A Catedral de Notre Dame vista de outro angulo, durante o Cruzeiro sobre o Sena

O barco vai deslizando devagarinho ao som de musicas francesas e algumas explicações sobre os principais pontos turísticos. O passeio tem um clima muito romântico, podendo ser do tipo simples ou acompanhado de jantar e vinho.
Várias companhias oferecem este serviço, sendo a mais famosas delas a Bateaux Mouches. Não lembro em qual nós fomos, porque não organizamos nada e decidimos a fazer o passeio na hora quando vimos um dos barcos parados por acaso…
Mas o que sei é que não usamos o Bateaux Mouches, que aliás só me lembrava daquele naufrágio famoso no réveillon do Rio de Janeiro, que aconteceu com um barco do mesmo nome… Não foi por superstição, mas se tivéssemos usado este eu me lembraria!
Abaixo seguem alguns links de empresas que oferecem este serviço:
http://www.bateauxmouches.com/
http://www.vedettesdeparis.com/
http://www.bateauxparisiens.com/
http://www.marinadeparis.com/

Este blog contém alguns relatos adicionais e dicas bacanas de Cruzeiros pelo Rio Sena:
http://www.dicaseturismo.com.br/passeio-de-barco-pelo-sena-em-paris/

Galerias Lafayette: É interessante, mas não dá pra comprar quase nada, a não ser que você seja japonês (eles carregam dezenas de sacolas), tenha também muuuuuito dinheiro sobrando ou seja fissurado por grifes famosas (ou as três opções acima). As grifes mais famosas do mundo estão lá e o ambiente é super sofisticado, mas os preços são bizarros…
A galeria fica perto da Opera de Paris, que foi inspiração para o Teatro Municipal do Rio, então vale uma passada pelo bairro.

A Basílica de Sacre Coeur

A Basílica de Sacre Coeur

Montmartre e Basílica da Sacré-Coeur: Imponente no alto da colina que dá nome ao bairro, Montmartre, a Basílica da Sacré-Couer já impressiona pelo lado de fora com suas pedras branquíssimas. Por dentro é ainda mais bonita. Ao visitar a igreja não deixe de circular pelo bairro e conhecer a Place du Tertre, praça onde artistas expõem seus trabalhas e fazem apresentações ao ar livre. Lembra muito nossa Santa Teresa… dê um pulinho também no Moulin Rouge, que não tem muito o que fazer se você não estiver vendo um espetáculo, então não espere muito dele.

Enfim, acho que é isso… ufa!

Espero que os posts sejam muito úteis para aqueles que pretendem visitar Paris em breve. E para quem já foi, espero que as fotos e relatos aqui sirvam para matar um pouco das saudades.

Um grande abraço a todos e até uma próxima viagem!

___
Para ver todos os posts deste roteiro clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s