Planejando um novo destino: Irlanda e Reino Unido em 14 dias

Interrompemos a produção de posts do Roteiro Londres, Praga, Istambul 2012 para um comunicado importante: Nova viagem a vista!!!

Agora compartilho aqui com vocês um pouco do planejamento da nossa próxima viagem de férias. Serão 14 dias passando por Dublin, Edimburgo e Londres, sendo um pouco menos de 12 dias em terra. Na verdade estamos bem adiantados, já com quase tudo do roteiro geral definido e reservado, faltando detalhes de cada dia, traslados regionais, excursões, etc.

ROTEIRO GERAL:

  • 01º dia: Vôo Rio-Dublin
  • 02º dia: Chegada em Dublin
  • 03º dia: Dublin
  • 04º dia: Day-trip a Cliffs of Moher ou Wicklow Mountains
  • 05º dia: vôo Dublin-Edimburgo, a noite
  • 06º dia: Edimburgo
  • 07º dia: Day-trip a Inverness e passeio pelo Lago Ness e Highlands
  • 08º dia: Bate-volta ao Castelo de Stirling
  • 09º dia: Liverpool (trem de EDI-LIV e a noite LIV-KGX)
  • 10º dia: Londres
  • 11º dia: Londres
  • 12º dia: Day-trip para Bath + Stonehenge + Windsor Castle
  • 13º dia: Londres
  • 14º dia: Retorno para o Brasil

HOSPEDAGEM: Vamos ficar nos seguintes hotéis e regiões:

BATE-VOLTAS: As viagens tipo bate-volta ou “day-trips” ainda estão sendo estudadas. Não estamos certos ainda do que vamos fazer por conta própria ou o que faremos através de excursões com agências de viagem.

Muita coisa pode sair deste roteiro ou entrar. Será que alguém tem uma sugestão pra dar? Exageramos na quantidade bate-voltas? O que que dá pra fazer por conta própria? Estamos com várias questões para estudar e as principais estão listadas aqui embaixo…

Na Irlanda, o que vale mais a pena: Cliffs of Moher ou Wicklow Mountains? Será que dá pra forçar a barra e conhecer os dois e deixar pra vermos Dublin apenas a noite e na metade do 2º e 5º dias?

Na Escócia, será que dá pra trocar o Castelo de Stirling por Ilhas de Skye? Ir e voltar no mesmo dia é algo possível?

Como eu já estive em Londres, quero aproveitar esta viagem para conhecer um pouco mais das cidades nos arredores, sem deixar de fazer o basicão, já que a Elisa nunca esteve lá. Estou avaliando ainda opções de passeios mais afastados do centro ou fora da cidade, como: Cidade de Cambridge, Hampton Court ou os Estúdios da Warner, do filme Harry Potter. Difícil de decidir, mas não dá pra fazer tudo isso e ainda ver o basicão…

O ESSENCIAL DENTRO DAS CIDADES BASE: Em Dublin não quero deixar de visitar o castelo de Dublin e a Guinnes Storehouse, além da Temple Bar, O’Connel Street e a Trinity College. Um show de música Irlandesa também deve ser bem legal.

Em Edimburgo, o Castelo de Edimburgo não pode deixar de ser visto, além do Scotch Whisky Experience. Quero fazer também o Free Walking Tour da Sandeman’s New Europe.

Em Londres, preciso visitar lugares que não visitei da última vez, como o Bourough Market e o British Museum e estou decidindo ainda qual musical verei no West End. Recebi boas recomendações a respeito do “Wicked” e “The Lion King”. Estou pesquisando e vou tentar comprar com antecedência no site Official London Theatre.


Vai a Londres? Que tal comprar ingressos online para as principais atrações da cidade, pagar com desconto e ainda furar fila? Clique aqui e compre seus ingressos no TicketBar.


TRASLADOS E LIMITES DE BAGAGEM: De Edimburgo até Londres vamos viajar de trem, passando por Liverpool. A referência mais completas que encontrei foi este excelente post do blog Contando as Horas:

Passo a passo pra comprar uma passagem de trem entre Londres e Edimburgo

Dizem que o caminho é belíssimo e a viagem é confortável, sem contar que não temos o limite de bagagem dos vôos domésticos, que aliás, está tirando meu sono.

Como vamos visitar Liverpool no meio do caminho entre Edimburgo e Londres, vamos precisar deixar as malas no locker da estação de trem. O site da Excess Baggage Company dá detalhes sobre como deixar a bagagem por lá de forma segura com o serviço Left-Luggage, pagando £8 por item, para períodos de até 24h.

O vôo DUB-EDI será feito com a Aer Lingus, uma Low Cost irlandesa da qual tenho ótimas referências. O problema é que o limite de bagagem é de no máximo 20kg na bagagem despachada e 10kg na bagagem de mão, podendo ser paga uma franquia extra em 2 opções:

  • 1 volume de 25kg, extra de €10
  • 2 volumes 20+20kg, extra de €35

Estou tenso porque eu e Elisa costumamos viajar com 4 volumes: 2 bagagens de mão (ok, dentro da franquia de 10kg), mais 1 mala média de 20kg e 1 mala grande de 30kg.

Será que ao fazer check-in juntos podemos combinar nossas franquias de bagagem atendendo o peso máximo em combinações diferentes? Ou seja, será que posso comprar 2 franquias de 25kg, totalizando 50kg e na hora do check-in liberar uma combinação 20+30 em vez de 25+25? Fiz este questionamento por email a companhia aérea, mas eles me ignoraram solenemente. Não consigo resposta…

A frase abaixo no site da Aer Lingus me deu esperança:

Pooling or sharing of baggage allowance is permitted when with a travel partner within the same booking and when checking in together.

Quero confirmar minha teoria antes de chegar lá, pra não ter problemas, mas não consigo… No site eles dizem que em hipótese alguma o peso pode ser superior a 32kg, mas não deixa claro o que posso fazer pra levar um volume de 30kg sem levar uma facada gigantesca no check-in.

Alguém já teve experiência similar? Alguma dica? Enfim… Este é o plano atual para nossa próxima viagem de férias. Com o avanço do planejamento, vou postando aqui as novidades. Aguardem!

E agora voltamos a nossa programação normal…

Na próxima semana vou começar a contar como foi nossa experiência em Praga na viagem de abril de 2012.

Anúncios

20 pensamentos sobre “Planejando um novo destino: Irlanda e Reino Unido em 14 dias

  1. Oi, Alessandro e Elisa

    Não conhecia o blog de vcs. Obrigada por citarem o meu post! Vcs não fazem idéia do tanto de emails/comentários que deixei de receber depois que escrevi esse post hahaha =D

    Aproveitando… Posso dar dois palpites?
    1) Vcs vão a Liverpool principalmente por causa dos Beatles? É pergunta que pode parecer meio besta, mas tem muita gente que vai lá mais por causa do futebol do que dos Beatles. Se vcs gostam de Beatles, vcs podem ver pra assistir o musical Let it Be (em Londres), que conta um pouco da história dos Beatles. Se vcs deixarem pra ir ao musical depois de visitar o museu em Liverpool, vai ser bem legal de acompanhar.

    2) Eu deixaria de ir ao Castelo de Stirling e iria até a Ilha de Skye. Pq vcs não vão direto de Dublin a Inverness? De Inverness existe centenas de tour que passam pela ilha de Skye. E ai vcs seguem até Edimburgo. Enfim, apenas uma sugestão. Ai vc deve estar se perguntando.. morou na Escócia e cade os posts sobre a Ilha de Skye? Pois então, não tenho. E não fui. Mas eu tentei inumeras vezes ir, tanto que os rapazes de uma agência que eu queria fazer um passeio já me conhecia e me mandava email avisando que talvez o esse tour saisse no proximo final de semana. Acontece, que como todo mundo sabe, passeio de ferry com aquele belissimo tempo da Escócia não ajuda. E no meu caso, nenhuma vez eu tive sorte. Esse passeio acabou ficando pra depois. Esse ano volto a Escócia e finalmente vou circular com calma pelas Highlands, Ilha de Skye e arredores. Tomara que o tempo colabore!

    No mais, o tempo é sempre curto pra gente fazer tudo o que queremos no Reino Unido. Sei bem por experiência própria!

    Curtir

    • Olá Bruna, muito obrigado pelas dicas!
      Com certeza ai da vou navegar muito pelo “Contando as Horas” durante o planejamento da nossa viagem…

      Agradeço de verdade pelas dicas generosas! Respondendo às suas perguntas:

      1) Vamos a Liverpool por causa dos Beatles sim! Pretendemos conhecer o Beatles Story, casa do Paul e do John e vamos fazer o Magical Mistery Tour. Só não sei se o tempo vai permitir. O musical que você falou é este aqui?
      http://www.londresparaprincipiantes.com/let-it-be-um-musical-para-os-fas-dos-beatles/

      Parece ser bem bacana e com certeza vamos considerar a dica!!!

      Deve ser parecido com um que vimos aqui no Rio, de uma banda chamada All You Need Is Love (http://www.allyouneedislove.art.br/release/). O show deles também é bem teatral e eles se dizem a maior banda Beatle da América Latina. Mas ver um show no berço deles, deve ser outra coisa, né?

      2) A dica da Ilha de Skye é muito boa, mas infelizmente já compramos a passagem DUB-EDI e as estadias (non-refundable pelo booking). Mas quem sabe? Vou estudar melhor as possibilidades, porque também estou muito interessado em conhecer a Ilha. Pelo visto, pra conhecer a ilha o ideal é dormir uma noite em Inverness e partir de manhã bem cedo, né?

      Muito obrigado pela ajuda! Depois quando eu estiver pesquisando maiores detalhes da Escócia, vou tomar a liberade de comentar e pedir mais dicas lá no seu blog, ok?

      Grande Abraço,
      Alessandro

      Curtir

  2. Oi, Alessandro

    1) Sim, é esse musical sim. Eu tbm já fui e já escrevi um post no blog. Eu achei bem legal. Não vi esse que vc disse que assistiu no RJ, mas tbm compartilho da mesma opinião que vc, na terra dos Beatles sempre é mais atrativo.

    2) Isso, vc tem que partir bem cedo de ônibus ou ainda de trem + ônibus ou tbm, em utlimos casos, vc pode pegar uma empresa que faz um tour por toda região. É uma opção, principalmente se o tempo tá curto ou se a coragem em dirigir na mão contraria não for muito grande.

    Fica o convite pra vcs visitarem o meu blog e podemos trocar informações sobre a Escócia. Eu adoro falar sobre viagens (ainda mais quando é pra Edimburgo ou pra Escócia), imagino que vcs tbm. eheheh =D Obrigada! Já favoritei o blog de vcs pra viagens futuras (quero muito conhecer Bonito, Uruguai e Turquia!).

    Curtir

    • Oi Bruna,
      Depois de sua dica, andei pesquisando e vi que existem uns passeios de 2 dias que saem de Edimburgo passando por Loch Ness e Skye Isle. Eles chamam de “Skye Express”. Achei meio puxado, pois o retorno acontece no dia seguinte a noite e chega em EDI depois de meia-noite. Vou continuar pesquisando e se eu tiver na fissura pra ver as Ilhas de Skye, acho que esta será a melhor opção.

      Fique a vontade para escrever e comentar nos outros posts! Vou ficar muito feliz em retribuir!! 😉
      Istambul é sensacional, mas só vou escrever detalhes sobre minha visita daqui há um mês, então se quiser saber qualquer coisa, fique a vontade para comentar aqui no artigo do roteiro geral –> http://wp.me/p3f7OQ-WU.
      Nossos artigos de Bonito são bem movimentados e tem bastante dica lá: http://wp.me/p3f7OQ-NE. Com certeza é um dos lugares mais bonitos que já visitei na vida…
      Por fim, as dicas do Uruguai estão aqui: http://wp.me/p3f7OQ-1gn. Gostei especialmente de Punta del Este! Vale a pena.

      Grande abraço.

      Curtir

  3. Aproveite os dias em Londres e veja um jogo de algum dos times locais!
    Tottenham, Arsenal, Chelsea, Fulham, West Ham…Olha na tabela da Premier League, com certeza terá um jogo manero pra ver!
    Talvez um deles jogue 2a a noite, o que nem atrapalharia o roteiro turístico tradicional. Não deixe de conferir a tabela!

    Curtir

  4. Pingback: Por onde andam os Batalhas? | Batalhas pelo mundo

  5. Pingback: RBBV Orgulhosamente apresenta: Batalhas pelo Mundo | RBBV – Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

  6. Adorei as dicas! Vou agora no final de dezembro fazer coincidentemente esse mesmo roteiro. Dublin, Edimburgo e Londres, como cidades principais e uns bate e volta por cidades vizinhas. Só que ficarei um mês, então terei mais tempo para explorar os lugares. Viajo para descansar, já conheço outros lugares da Europa, então optei apenas pelo Reino Unido dessa vez. De Dublin a Edimburgo vou pela Ryanair, já até comprei a passagem com um extra de bagagem de porão de 20 kg. Para mim é suficiente. De Edimburgo para Londres vou de trem. Minha dúvida é se dá para comprar o ticket quando eu já estiver lá em Edimburgo. Ou é mellhor comprar antes. Saio numa quarta feira de Edimburgo para Londres. abraços

    Curtido por 1 pessoa

    • Ai que inveja de você agora Cris…

      Em 30 dias dá pra fazer taaanta coisa legal. Você vai poder fazer várias coisas que eu queria fazer, mas não consegui por causa do tempo reduzido, como por exemplo: conhecer a região de Wicklow Mountais na Irlanda, Skye Islands nas Terras Altas, ficar mais um dia em Liverpool, conhecer alguma cidadezinha no País de Gales e uma infinidade de outras opções na Inglaterra.

      Aproveite bastante!!!

      Com relação ao trem, é tranquilo comprar direto na Estação de Waverly, que fica pertinho do centro Histórico de Edimburgo. Você deve passar por ela várias vezes ao dia, então é só ir lá uns dois dias antes de sair de Edimburgo… O problema é que a passagem fica mais cara com a proximidade do embarque. Eu recomendo comprar pela internet com bastante antecedência.

      Eu fiz assim…

      Infelizmente, apesar de ter feito essa viagem há mais de um ano, ainda não consegui escrever meu relato completo. Estou com um bebê de 5 meses em casa, que a propósito, foi concebido em Edimburgo… hehehe. Então minhas noites livres para blogar estão escassas.

      Eu fiz o trajeto Edimburgo-Londres com uma parada em Liverpool. Foi apenas 1 dia, mas foi um dos melhores passeios da viagem. Foi mega cansativo, mas foi sensacional. Se você quiser, me avisa que envio umas dicas, porque vou demorar pra escrever como post. Posso colocar como comentário.

      Grande abraço e aproveite!!

      Curtir

      • Obrigada por responder! Quero dicas sim, as que você puder enviar! Tô mega ansiosa para chegar lá e aproveitar tudo o que conseguir! Curta bastante o seu bebê porque logo ele cresce e você sentirá saudades dessa fase. Não sou mãe, mas sou tia. rsrsrsrs. Abraços

        Curtir

        • Oi Cris,
          Desculpe a demora na resposta. Espero que não esteja muito tarde pra você, mas vou tentar passar um resumo do que foi meu roteiro para Liverpool.
          Todos os preços são para 2 pessoas.

          Meu trajeto de Edimburgo para Londres foi feito em duas partes:
          EDI-LIV as 6:15 chegando as 9:53h em Liverpool, Lime Street
          LIV-EUS as 19:48 chegando as 22:09 em Londres, estação Euston

          Comprei as passagens na Virgin Trains, total £61.00.

          Chegando em Liverpool, deixei todas as minhas malas na Excess Bagage Company:
          http://www.left-baggage.co.uk/index/locations

          Super tranquilo. Pagamos £8 por volume. Recomendo…

          A programação foi a seguinte:

          9:53h Desembarque na estação Lime-Street. Deixamos as malas e fomos andando até o Albert Docks
          11h Lanche dentro da lanchonete do museu Beatles Story
          11:30 as 13:30 Magical Mystery Tour, no famoso ônibus amarelo. Preço: £33.90 Reservas: http://www.cavernclub.org
          14:15 as 16:45 – Beatles’ Childhood Homes Tour. Preço: £51.00. Reservas: http://www.nationaltrust.org.uk
          17h as 19:30 Horário livre,
          19:48 Partida para Londres

          No horário livre fizemos uma parada na Beatles Story para compras e um passeio pelo Albert Docks, depois fomos caminhando até o Cavern Club, onde fizemos umas fotos e depois ficamos passeando meio sem rumo, exaustos, até a hora do trem. Fizemos um lance improvidade, fast food, dentro da estão na hora da saída do trem.

          A visita a casa do Paul e do John foi emocionante e vale mesmo a pena.
          Observação: Seu inglês precisa estar afiado, porque o passeio é bem intimista e as histórias são contadas pessoalmente por uma senhorinha e um senhorzinho, que foram amigos da família… Pra quem é fã, é de arrepiar.

          O Magical Mystery Tour dá uma visão geral bem bacana. Durante o passeio eles vão contando diversas histórias e curiosidades sobre os Beatles e sobre a cidade. Fizemos poucas paradas: Casa do Ringo, Casa do John, Casa do Paul, Penny Lane, Strawberry Fields.

          É só pra bater foto e sair fora…

          Todo o passeio foi excelente, apesar de mega-cansativo. Chegamos em Londres as 22:12h, exaustoss. O trem chegou 2 minutos depois do horário previsto e o condutor pediu desculpas pelos transtornos causados. Parecia piada… rsrsrs

          Como você vai ter mais tempo, se você for muito fã dos Beatles, dá pra dormir lá pelo menos 1 dia e fazer as coisas com mais calma, curtir a noite na cidade, etc.

          Enfim… Espero que você se divirta no Reino Unido. Aproveite!!!

          Abraço,
          Alessandro Batalha

          Curtir

  7. Oi, Alessandro! Como disse em outro comentário, adorei as suas dicas e fiz quase tudo o que você recomendou, e ainda fui a Wicklow, Belfast, Glen Coe, Terras Altas e Lago Ness com companhias de viagens do centro de Dublin e Edimburgo. Não consegui ir a Liverpool, pois teve enchentes na região e fiquei com receio de ficar presa no trajeto. Mas aproveitei tudo o que pude em Dublin, Edimburgo e Londres. Ainda consegui ir a Bruges e Cambridge, enfim foram 30 dias bem aproveitados, apesar do meu lema atual ser “viajar devagar”, ou seja, curtir cada momento ao máximo sem pressa. Como comentei anteriormente, ainda estou fazendo o meu blog, mas o Rodrigo do blog Me Hospedei publicou um artigo com o meu relato de viagem http://www.mehospedei.com.br/2016/01/um-roteiro-por-dublin-londres-e.html
    Agradeço mais uma vez pelas dicas e responder e felicidades a você e sua família.
    Abraços
    Cris

    Curtir

  8. Olá Alessandro, td bem!?
    Me diga uma coisa, vamos passar a lua-de-mel (setembro) Na Inglaterra, Escócia e Irlanda, estou um pouco em dúvida como faço para ir de Edimburgo para Dublin. Qual cia aérea vc indicaria e vc sabe me dizer qual o peso da mala, li ali no seu post, mas fiquei em dúvida se tem que pagar pela bagagem a ser despachada.
    Amei o seu blog!!!
    Obrigada,
    Bruna Lacerda

    Curtir

    • Olá Bruna,
      Eu fiz o trajeto DUB-EDI através da Aer Lingus, que é uma companhia low cost controlada pelo governo irlandês e também pela Ryan Air. Então já dá pra ter noção de como é… O vôo em si foi tranquilo, mas atrasou em torno de 3h. Foi bizarro…

      Sobre a franquia de bagagem: eu coloquei o máximo que pude na bagagem de mão, levei casacos mais pesados no braço e chequei o mais próximo que pude dos 20kg e não tive problemas. A mala mais pesada passou um pouco dos 20kg, mas ninguém encrencou. Eu e minha esposa despachamos as malas juntos e como as 2 malas juntas pesavam menos de 40kg, foi tranquilo…

      Tudo depende do que você busca na viagem, né? Se for conforto e pontualidade, eu indicaria a Bristish Airways… Mas se for preço, pode ir de Aer Lingus, que foi o melhor preço que encontrei na época.

      Abraços e boa viagem!!!

      Curtir

  9. Olá! estou indo para o Reino Unido em outubro. Vi que você fez o bate-volta para o lago Ness, vale a pena? Que empresa você usou? Fiquei na duvida se contratava a empresa ou iria de carro, porque além de eu e meu marido, meus pais e meu bebê de 1 ano e meio viajarão com a gente. Vamos de Londres para Dublin, a ideia é passar 3 noites lá, depois seguir para Edimburgo e passar mais 3 noites. Pensei em fazer esse passeio de bate e volta já que não temos muito tempo e eu queria muito conhecer as Highlanders!! De lá seguimos para Liverpool, onde passaremos uma noite e voltamos para Londres.

    Curtir

    • Olá Cecília,
      Me desculpe pela demora na resposta. Você já deve estar em Londres ou de malas prontas, né?
      Eu sinceramente não lembro o nome da empresa que contratamos, mas compramos o pacote na Loja “I Love Scotland” que fica na Bank Street.

      Eu não gostei do serviço. Foi tudo meio corrido e o Guia/motorista ficou forçando a barra pra ninguém entrar no Urquhart Castle, que estava incluído no pacote. Eu queria muito conhecer, mas ele ficou dizendo que não tinha nada pra ver, que ninguém mais no ônibus ia e se fossemos seriamos responsáveis pelo atraso de todo mundo…

      Ficou dizendo que a vista do passeio de barco seria suficiente. Tudo porque ele queria pegar a estrada cedo na volta.

      O passeio de barco, em si, não tem graça nenhuma. Na hora do passeio ficamos com uma baita dor de cotovelo, porque as pessoas das outras excursões estavam entrando no castelo, que era lindo e nós tivemos que voltar.

      Não gostei da atitude deles.

      Mas a região é lindíssima e tem outras paradas pelo caminho que são bacanas. Mas sinceramente, eu acho que vale mais a pena ir de carro. Pelo caminho o ônibus passa por vários lugares lindíssimos, além do Stirling Castle e outros pontos mega-famosos, mas a gente não podia descer. Se você estiver de carro você terá mais liberdade, principalmente pelo fato de estar em um grupo grande, com crianças.

      Se eu tivesse mais um dia eu ficaria hospedado uma noite em Inverness…

      Seu roteiro está bem parecido com o meu! Você vai adorar, eu garanto! Divirtam-se!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s