Istambul: Mesquita Azul, Hagia Sophia e a Praça Sultanahmet

DIA 20 DE ABRIL DE 2012
A praça Sultanahmet é o coração turístico da cidade de Istambul e na minha opinião, é o local onde toda visita a cidade deve começar… Porque se deparar com a Mesquita Azul e a Basílica de Santa Sofia frente-a-frente é uma experiência no mínimo emocionante. Impossível não se apaixonar pela cidade no ato! Leia nosso novo post e entenda porque.

Para ver todos os posts desta viagem, clique aqui. Para conhecer o roteiro completo, índice de posts, dicas sobre as cidades e resumo da viagem, clique no link abaixo:
Londres, Praga e Istambul: viajando por 3 mundos em 15 dias

Depois de um longo período entre Londres e Praga, tentando sobreviver a chuva e frio quase constantes, sempre debaixo de um céu cinza, chegar em Istambul nos deu um ânimo muito grande, porque fomos recebidos com sol, céu azul e um clima ameno super agradável, sem contar a simpatia dos habitantes, que descobrimos aos poucos. A cidade é colorida e vibrante, e deu um novo frescor para nossa viagem naquela fase final, em que a gente já estava começando a sentir saudades de casa, depois de 10 dias fora…

Como estávamos hospedados no bairro de Sirkeci, no Hatay Hotel, o acesso a Sultanahmet era bem tranquilo e a gente fazia o trajeto sempre a pé. Pelo caminho, passamos pelo Palácio Topkapi, pelo Museu de Arqueologia e outras atrações turísticas, todas bem pertinho umas das outras, mas deixamos tudo para depois, porque estávamos ansiosos para conhecer a famosa Praça Sultanahmet.

Durante nossa estada, não resistimos e passamos por ali quase todos os dias e o deslumbramento era sempre o mesmo!

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (2)

A Mesquita Azul se destaca na paisagem de Sultanahmet

Na praça e arredores se concentram as principais atrações turísticas do centro histórico da cidade e a visão inicial é espetacular, porque ao chegar no meio da praça, nos deparamos com dois símbolos da cidade: A Mesquita Azul e a Basílica de Santa Sofia (ou Hagia Sophia ou Ayasofya), uma de frente para a outra!

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (1)

Vista para a Basílica de Hagia Sophia, a Mesquita Rosa

Difícil saber qual das duas é mais bonita ou mais imponente! Passamos um longo período circulando pela praça, admirando sua arquitetura, o movimento de pessoas e todo aquele clima exótico.

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (3)

Bela fachada do Restaurante Mihri, na Praça Sultanahmet

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (4)

Na entrada da Mesquita Azul

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (5)

Jardins floridos na entrada da Mesquita Azul

Começamos visitando a Mesquita Azul (ou Mesquita de Sultanahmet). Ela foi encomendada entre 1609 e 1616 pelo Sultão Ahmet 1º e seu projeto tinha a pretensão de superar a beleza e imponência da Basílica de Santa Sofia, do outro lado da praça. Na minha opinião, este objetivo foi alcançado parcialmente, pois por fora a Mesquita Azul é indiscutivelmente mais bonita, mas por dentro, quem ganha é a Hagia Sophia…

As cores azuis dão um aspecto plácido à Mesquita e ao mesmo tempo o conjunto do edifício e seus minaretes, dominam o horizonte de uma forma muito imponente. Na época, o projeto com 6 minaretes foi duramente criticado, porque foi interpretado como uma tentativa de competir com a arquitetura da Meca, o que era um sacrilégio.

Durante a visita, que felizmente é gratuita, algumas regras precisam ser respeitadas: os sapatos ficam do lado de fora (dentro de um saco), as mulheres devem cobrir os cabelos com um lenço e as roupas devem cobrir todo o corpo (sem mostrar ombros, barrigas e pernas). Achei tranquilo, porque eu esperava uma rigidez muito maior…
Fotografias são liberadas, desde que sejam feitas sem flash.

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (6)

Pátio interno da Mesquita Azul

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (7)

Interior da Mesquita Azul, lotado de turistas

Apesar de ser uma mega-atração-turística, a Mesquita Azul ainda é um lugar de reza para os cidadãos locais e é no mínimo curioso ver aquela multidão de turistas se engalfinhando pelo melhor clique dentro da Mesquita, enquanto cidadãos comuns tentam exercer sua religiosidade separados por uma espécie de cordão de isolamento.

Pessoas empunhando máquinas fotográficas, mulheres circulando entre homens com roupas ocidentais e uma circulação de pessoas nada solene contrasta com um pequeno grupo ajoelhado no chão em atitude reverente, com homens de um lado e mulheres de outro… A turisitada fica parecendo fora de contexto. Ou seria o contrário?

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (8)

Detalhe do teto da Mesquita Azul

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (9)

A Basílica de Hagia Sophia, vista de dentro da Mesquita Azul

Pelas fotografias já é possível ter uma vaga noção do tamanho da Mesquita e da beleza de sua decoração interior, com ricos detalhes em seus lustres, tapeçarias e azulejos de Iznik.

Atenção: Cinco a seis vezes ao dia, segundo a tradição Islâmica, toda a cidade é tomada pelo momento da reza. Nesta hora, auto-falantes espalhados pela cidade no alto dos milhares de minaretes ecoam um lindo canto que confere um clima meio místico ao ambiente. Neste momento visita turística as mesquitas fica interrompida por pelo menos uma hora.

Curiosidades: Neste site eles informam os horários das rezas, que pode mudar dia após dia e de lugar pra lugar, de acordo com a longitude e latitude, hora do nascer e pôr do sol e posição geográfica com relação a Meca. Os nomes de cada reza (em turco) e horários são definidos conforme listado abaixo:

  • İmsak – duas horas antes do amanhecer, para acordar os mais fiéis
  • Güneş – ao amanhecer, pouco antes do nascer do sol
  • Öğle – próximo ao meio-dia, no momento do zênite solar
  • İkindi – a tarde, quando as sombras dos objetos estão do tamanho exato de suas sombras
  • Akşam – no pôr do sol, quando o sol desaparece no horizonte e um novo dia se inicia, segundo o calendário Islâmico.
  • Yatsı – a noite, quando a última luz do dia já desapareceu

Regras de Etiqueta: Para visitantes não-muçulmanos, recomenda-se evitar o final da manhã de sexta-feira e início da tarde, que é o horário dos sermões e rezas semanais. De forma geral, se a mesquita estiver cheia de fiéis, é educado retirar-se e voltar para a visita em outro horário. Na Mesquita Azul a predominância é de turistas, mas se visitar outra mesquita, tenha atenção a estes detalhes.

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (11)

Saída da imponente Mesquita Azul

Saindo da Mesquita, eu e a Pri seguimos para o Hipódromo Bizantino de Constantinopla, que já foi um grande estádio e hoje em dia é uma espécie de praça, ladeada por belos edifícios, além do Obelisco Egípcio, a Coluna das Serpentes e a Coluna de Constantino Porfirogeneta.

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (12)

Edifício Público, em frente ao Hipódromo de Constantinopla

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (13)

Obelisco de Teodósio (ou Obelisco Egípcio)

Depois partimos pra fila da “Igreja da Sabedoria Sagrada”, a Basílica de Santa Sofia, ou Ayasofya na grafia turca. A basílica é um tesouro arquitetônico, tem mais de 1400 anos e foi construída na época em que a cidade, ainda era a capital do Império Bizantino.

Concebida como uma igreja católica, anos mais tarde ela foi convertida em Mesquita pelos otomanos, quando ganhou seus minaretes. Seu interior é grandioso e a vista do alto das galerias nos permite admirar um pouquinho da dimensão desta construção gigantesca…

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (14)

Interior da Basílica de Santa Sofia

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (15)

Detalhes dos lustres e escritas árabes

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (16)

Caligrafia era uma arte dominada por poucos

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (17)

Exposição de quadros com caligrafia árabe

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (18)

Vista geral do interior da Basílica de Santa Sofia

Atualmente um grande museu, após sua restauração foram encontradas pinturas de imagens católicas nas paredes do templo e estas imagens foram recuperadas, criando um ambiente único que mistura catolicismo com islamismo de uma forma que só conseguimos ver ali… Ayasofya é um símbolo da mistura de crenças que já dominaram a cidade de Istambul (ou Constantinopla) e um verdadeiro exemplo de tolerância religiosa e respeito pela História de um povo, que hoje em dia é muçulmano em sua grande maioria.

Para mais informações sobre a visita ao museu, compra de ingressos, horários de abertura e outras informações, acesse o site oficial, clicando aqui.

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (19)

Imagens católicas se misturam com a símbolos muçulmanos

Istambul_Mesquita Azul e Hagia Sophia (20)

Restauração de imagens católicas, nas paredes da Mesquita

Extasiados com o clima do lugar e com o banho de cultura e história, seguimos nosso passeio em direção ao Gülhane Park, que fica ali pertinho da Praça Sultanahmet… Almoçamos ao som da reza islâmica ecoando por toda a cidade e em seguida partimos para conhecer o luxuoso Palácio Topkapi e mais tarde, fomos conhecer o Grand Bazaar.

Mas isto isto será assunto para os próximo posts! Aguardem novidades!

Está planejando uma viagem para a Turquia? Clique aqui para ver centenas de opções de hotéis na cidade de Istambul.


Clique no link a seguir para ler sobre o Roteiro completo da viagem de 15 por Londres, Praga e Istambul.
Ou clique nos links abaixo para:
Todos os posts da viagem, posts de Londres, Praga ou Istambul.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Istambul: Mesquita Azul, Hagia Sophia e a Praça Sultanahmet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s