Istambul: Grand Bazaar, Ponte de Gálata e Mesquita Nova

DIA 20 DE ABRIL DE 2012
Leia neste post como foi nossa visita ao vibrante Grand Bazaar, um gigantesco complexo de lojas com todo tipo de mercadorias, pra qualquer turista se esbaldar em compras e se divertir com a arte da pechincha. Conheça com a gente também o visual do alto da Ponte de Gálata e a belíssima Mesquita Nova.

Para ver todos os posts desta viagem, clique aqui. Para conhecer o roteiro completo, índice de posts, dicas sobre as cidades e resumo da viagem, clique no link abaixo:
Londres, Praga e Istambul: viajando por 3 mundos em 15 dias

Depois de um dia intenso conhecendo tudo da história turca na Praça Sultanahmet e Palácio Topkapi, partimos para conhecer o Grand Bazaar, a Meca do comércio e da arte da negociação em Istambul. O Grand Bazaar é gigantesco, tem várias entradas e nas redondezas as lojas já começam a tomar conta da paisagem.
Istambul_Grand Bazaar (1)

Entrada grand Bazaar

Istambul_Grand Bazaar (2)

Pri, na porta do Grand Bazaar

Chegando lá, a impressão é de estar em um grande labirinto de ruas e lojas. O bazar parece um grande galpão coberto por um telhado de abóbadas, onde lojas e barracas de todos os tipos ficam enfileiradas e comerciantes ferozes tentam aliciar os turistas e compradores vendendo especiarias, quitutes, produtos têxteis, artesanato, decoração, lembrancinhas, quinquilharias e tudo que você pode imaginar…

O Grand Bazaar é vibrante, colorido e barulhento e toda aquela interação com o povo local rendeu muitos momentos divertidos, como a história que vamos contar aqui no blog Papo de Mochileiros na seção “Furadas de Blogueiros”:

Clique aqui e entenda porque eu fui enxotado de uma loja do Grand Bazaar e descubra como ganhei uma rodada de negociações com uma oferta de 20 reais em uma mercadoria de mais de 200 euros.

Os vendedores ficam abordando a gente o tempo inteiro, o que pode ser meio irritante em alguns momentos… Negociação faz parte da cultura do povo turco, que são mercadores desde os primórdios da civilização, então se um cliente abandona a loja sem pechinchar, isso é meio decepcionante pra eles.

Ou seja, se você gostou de um produto, não tenha medo de oferecer o quanto você pode (ou quer) pagar… Pode começar oferecendo a metade, que provavelmente você estará bem próximo do valor real do produto. Mas se você não gostou, passe longe, sem respirar e não olhe nem de rabo de olho, porque se alguém suspeitar que você está interessado, você só vai sair de lá fugido ou depois de comprar alguma bugiganga.

Istambul_Grand Bazaar (3)

Corredor do Grand Bazaar

Exageros a parte, se você não gosta de ser abordado por vendedores insistentes, você realmente pode se aborrecer um pouco, mas com o tempo a gente aprende que nem sempre você precisa comprar e que eles não ficam ofendidos se você simplesmente disser que não quer comprar e for embora. Ou ainda, se você olhar tudo da loja, experimentar e beliscar de tudo e depois cumprimentar o dono da loja e for embora, também vai ficar tudo bem… geralmente eles tem muito orgulho do seu negócio, são hospitaleiros e ficam felizes em mostrar tudo.

Acho que é uma espécie de técnica para criar empatia com o consumidor, a potencial vítima, mas muitos deles declaravam amores ao Brasil e tinham prontos em seus celulares alguma música ou vídeo sobre alguma coisa brasileira pra provar isso. Vimos as coisas mais bizarras possíveis, desde Michel Teló, até uma Valesca Popozuda, muito antes do banho de loja atual… Ver os turcos cantando em português a batidíssima “ai se eu te pego” foi impagável…

Saímos de lá com algumas sacolas na mão e nos sentindo um pouquinho mais íntimos daquele povo simpático e acolhedor. E no fim da tarde nos deparamos com este visual, de cima da Ponte de Gálata:

Istambul_Ponte de Gálata (1)

Vista para o porto de Eminönü

Istambul_Ponte de Gálata (2)

Fim de tarde na Ponte de Gálata

A Ponte de Gálata fica no local onde no passado ficava o principal porto de Constantinopla, o porto de Eminönü, ligando as duas partes europeias da cidade, sobre o Corno de Ouro. Ela possui dois andares, sendo o primeiro um nível de lojas e restaurantes e o seguindo onde fica o tráfego de carros e bondes.

Aproveitamos que estávamos perto do porto e fomos pegar informações sobre os passeios de barco sobre o Estreito de Bósforo, pois eles saem todos dali. Vou contar sobre este passeio em outro post, mais tarde.

Ali perto também fica o Bazar de Especiarias, mas já estávamos meio fartos de mercados, então resolvemos conhecer a bela Mesquita Nova, que chamou nossa atenção no meio daquele “fervo” todo…

Istambul_Mesquita Nova (1)

Mesquita Nova, na extremidade sul da Ponte de Gálata

A Mesquita Nova é uma das mais importantes da cidade e foi construída em uma época em que as mulheres do harém tornaram-se tão importantes que começaram a influenciar as decisões dos sultões. Ela começou a ser construída em 1597 a mando de Safiye, mãe de Mehmet 3º e sua obra foi interrompida depois da morte do sultão. Ela só foi concluída em 1663, depois que a construção foi assumida pela mãe do sultão Mehmet 4º, Turhan Hatice.

A Mesquita é muito bonita, com um imenso pátio interno, decoração com azulejos florais de Iznik e belos lustres e lanternas na parte interna. Lá dentro, a agitação não é grande como a da Mesquita Azul, que fica lotada de turistas.

Istambul_Mesquita Nova (2)

Pátio interno da Mesquita Nova

Istambul_Mesquita Nova (3)

Interior da Mesquita Nova

O ambiente era mais solene e vimos muito mais pessoas lá dentro por motivos religiosos do que turísticos… então depois de alguns momentos de contemplação, partimos de volta por Hotel, quase com o cair da noite.

Mais tarde, ficamos para o jantar ali perto em Sirkeci mesmo, com direito a uma Efes bem gelada, porque o dia tinha sido intenso e o dia seguinte prometia ser tão intenso quanto este!

Istambul_Jantar Sirkeci (1)

Jantazinho em Sirkeci, com direito a uma Efes gelada

Enfim, fechamos nosso primeiro dia em Istambul… Aguardem novidades, porque nosso próximo post vou contar sobre o Cruzeiro pelo Estreito de Bósforo e nossa visita ao lado asiático da Istambul, no Palácio de Beylerbeyi.

Está planejando uma viagem para a Turquia? Clique aqui para ver centenas de opções de hotéis na cidade de Istambul.


Clique no link a seguir para ler sobre o Roteiro completo da viagem de 15 por Londres, Praga e Istambul.
Ou clique nos links abaixo para:
Todos os posts da viagem, posts de Londres, Praga ou Istambul.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Istambul: Grand Bazaar, Ponte de Gálata e Mesquita Nova

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s