Istambul: Cruzeiro pelo Estreito de Bósforo e visita ao Palácio de Beylerbeyi, no lado asiático da cidade

DIA 21 DE ABRIL DE 2012
No terceiro de dia de nossa visita a Istambul fizemos uma excursão guiada que incluiu uma visita ao Bazar de Especiarias, perto do porto, um Cruzeiro pelo Estreito de Bósforo e uma visita guiada ao Palácio de Beylerbeyi, que fica no lado asiático da cidade de Istambul. Leia nosso artigo e descubra como passear entre a Ásia e a Europa, deslizando pelas águas do Bósforo!

Para ver todos os posts desta viagem, clique aqui. Para conhecer o roteiro completo, índice de posts, dicas sobre as cidades e resumo da viagem, clique no link abaixo:
Londres, Praga e Istambul: viajando por 3 mundos em 15 dias

Fizemos nossa reserva para a excursão direto no balcão do hotel, com uma daquelas empresas que deixam panfletos com informações de viagem da recepção. Pela manhã bem cedo o ônibus da empresa de turismo (com um guia falando em inglês) passou na porta do nosso hotel e embarcamos em direção ao porto, com uma parada no Bazar de Especiarias.

Istambul_Cruzeiro Bosforo (1)

As cores do Bazar de Especiarias

Visitamos as barraquinhas de especiarias, que são muito interessantes… Os vendedores fazem questão que a gente experimente um pouco de tudo, cheire, toque e invariavelmente o turista acaba comprando algo. Levamos alguns pacotinhos com vários tipos de chá turco, que a gente escolhia a granel e eles embalavam em saquinhos e caixinhas para presente, tudo muito bonito e com cores e aromas irresistíveis.

Istambul_Cruzeiro Bosforo (2)

Bazar de Especiarias

Istambul_Cruzeiro Bosforo (3)

Bazar de Especiarias

Istambul_Cruzeiro Bosforo  (4)

Guloseimas no Bazar de Especiarias

Depois fomos levados ao porto e de lá pegamos um barco grande e veloz, que foi navegando pelo imenso Estreito de Bósforo num passeio de aproximadamente 2 horas, a partir do Chifre de Ouro até a Segunda Ponte do Bósforo, que faz a interligação do lado ocidental com o lado oriental.

Na minha opinião o cruzeiro pelo Estreito de Bósforo não tem o mesmo charme de um cruzeiro pelo Rio Sena, pelo Rio Tâmisa ou até mesmo o cruzeiro pelo Rio Moldava. Isso porque o Bósforo é tão grande que pareceria que estávamos navegando em mar aberto, se não fossem as margens dos dois lados do rio. Mas ainda assim, o passeio é sensacional e a paisagem é muito bonita, principalmente a arquitetura dos edifícios às suas margens, com aquele charme característico da arquitetura tradicional turca.

Istambul_Cruzeiro Bosforo  (5)

Belas construções às margens do Bósforo

Istambul_Cruzeiro Bosforo (6)

Palácio Ciragan, visto do Cruzeiro

Ao longo do trajeto podemos ver todo tipo de construção nas margens do Rio, como palácios, mesquitas, mansões, mais mesquitas, universidades, etc. A foto aqui embaixo é da Universidade de Galatasaray, no distrito de Beyoğlu.

Prédio da Universidade de Galatasaray

Prédio da Universidade de Galatasaray

Istambul_Cruzeiro Bosforo (8)

Margens do Estreito de Bósforo

Ao final do trajeto de ida, paramos bem perto da Ponte Fatih Sultan Mehmet, ou Segunda Ponte do Bósforo. Ao lado dela fica a imponente Fortaleza da Europa, também conhecida como Rumelihisarı (castelo da Rumélia em turco). A Fortaleza é bonita e imponente e fica ali bem as margens do rio, quase de frente pra ponte, que também é um monumento tão impressionante quanto a fortaleza.

Istambul_Cruzeiro Bosforo (9)

A Ponte de Fatih Sultan Mehmet

Istambul_Cruzeiro Bosforo (11)

A Segunda Ponte do Bósforo e a Fortaleza da Europa

Istambul_Cruzeiro Bosforo (12)

Vista para a imponente Fortaleza da Europa

A Fortaleza foi construída em 1452 por ordem do Sultão Mehmet, o Conquistador, na época da tomada de Constantinopla. Ela fica no ponto mais estreito do Bósforo e controlava a entrada e saída de embarcações na rota de suprimentos da região, com o uso de canhões.

Dizem que o próprio Sultão foi o responsável pela construção das muralhas, enquanto as três torres eram responsabilidade dos vizires. A competitividade entre eles fez com que o complexo ficasse pronto em apenas quatro meses! Depois que ela perdeu sua utilidade, acabou virando uma prisão e hoje abriga apresentações de teatro e dança ao ar livre.

Istambul_Cruzeiro Bosforo (13)

Fortaleza da Europa, ou Rumelihisarı (castelo da Rumélia em turco)

Depois do passeio, o ônibus nos pegou de volta e fomos até a região de Sultanahmet, onde fizemos uma parada para almoço. Ficamos livres para circular e escolher o restaurante, mas optamos pelo restaurante indicado pelo guia e almoçamos ali junto com resto da “manada”.

O restaurante foi uma grata surpresa, porque normalmente a indicação do guia é cara e sem graça, mas me recordo de ter gostado muito da refeição e principalmente da sobremesa…

O momento vergonha alheia do dia ficou por conta de um grupo de brasileiros que estava almoçando no mesmo restaurante. Em um certo momento do almoço, um senhôzinho se levantou com uma taça de vinho na mão, foi pro meio do salão e começou um pequeno show de música, cantando “Super-Homem (a Canção)” pra todo mundo ouvir: “Quem dera / pudesse todo homem compreender, ó mãe, quem dera…”

Ele estava enrolando a língua e trocando as pernas… fiquei sem saber onde esconder a cara, com vergonha dele e de mim, em nome de todo o povo brasileiro, mas mesmo assim eu estava dando muita risada. Ele exaltava as mulheres, brindava e cambaleava pelo salão. Todo mundo estava olhando atravessado e acho que não pegou nada bem estar bêbado assim em público num país conservador como a Turquia.

Então seguimos viagem e não sei que fim teve nosso conterrâneo, mas pelo menos ele estava bem feliz. Depois do momento “vergonha alheia“, vivemos um momento “pega-turistão“:

O guia informou que nos faria uma surpresa e nos apresentaria um pequeno “fashion show“, como cortesia. Não sabíamos do que se tratava, mas tivemos que acompanhar o grupo. Esta é uma das desvantagens das excursões com empresa e guia contratados: temos que seguir o grupo e o itinerário definido por eles…

Assim o grupo foi levado para uma loja de produtos de couro. Modelos masculinos e femininos desfilaram pra gente com casacos, jaquetas e acessórios de couro e depois nos deixaram um bom tempo circulando pela loja, que era enorme, para tentar nos vender alguma coisa. O showzinho era uma mera desculpa pra tentar nos vender algo. Os preços eram muito altos e não valiam a pena. Saí com a sensação de perda de tempo…

Em seguida, partimos em direção ao lado asiático de Istambul para conhecer o Palácio de Beylerbeyi, cruzando a famosa Ponte do Bósforo, fazendo a travessia entre Europa e Ásia…

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (1)

Pegando a estrada em direção a Ponte do Bósforo

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (2)

Vista para a ponte suspensa do Bósforo

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (3)

Divisa entre Ásia e Europa

Pisamos em solo asiático e finalmente chegamos no luxuoso Palácio de Beylerbeyi!

O Palácio é uma antiga residência dos sultões do Império Otomano e fica no bairro de mesmo nome, Beylerbeyi. Foi construído por ordem do Sultão Abdül Aziz em 1861 e servia como residência de verão e era também o local onde eram recebidos os chefes de Estado estrangeiros em visita ao país.

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (4)

Pátio do Palácio de Beylerbeyi

Infelizmente era proibido fotografar no interior do Palácio, mas posso afirmar que a visita vale muito a pena. O interior é muito bonito e luxuoso e durante a visita conhecemos os aposentos do palácio, sua belíssima arquitetura, objetos de uso pessoal do Sultão, peças de decoração, tesouros, obras de arte, etc.

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (5)

Entrada do Palácio

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (6)

Vista para a Ponte do Bósforo, de dentro do Palácio

A área externa do palácio também é bem legal e após a visita guiada, passamos alguns bons momentos de contemplação pelos pátios externos.

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (7)

Palácio de Beylerbeyi

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (8)

Jardins do Palácio de Beylerbeyi

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (9)

Escultura de alce no Palácio de Beylerbeyi

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (10)

Vista para a Ponte do Bósforo, de dentro do Palácio de Beylerbeyi

Istambul_Palácio de Beylerbeyi (11)

Mais esculturas de animais no Palácio de Beylerbeyi

De lá fomos levados para um mirante, de onde pudemos observar do alto o Estreito de Bósforo e a Ponte do Bósforo, com uma linda vista panorâmica para toda a cidade a partir do lado oriental.

Istambul - Mirante para o Rio Bósforo

Vista para a Ponte do Bósforo a partir do Mirante

Istambul - Mirante para o Rio Bósforo (2)

Região do Mirante

Istambul - Mirante para o Rio Bósforo (3)

Vista para o Estreito de Bósforo

Ao fim da excursão resolvemos partir para o bairro de Beyoğlu, onde pudemos conhecer a famosa Rua Istiklal, a Igreja de Santo António de Pádua (isso mesmo, uma igreja católica!) e a belíssima Torre de Gálata, com seu mirante de tirar o fôlego. Contamos tudo aqui.

Está planejando uma viagem para a Turquia? Clique aqui para ver centenas de opções de hotéis na cidade de Istambul.


Clique no link a seguir para ler sobre o Roteiro completo da viagem de 15 por Londres, Praga e Istambul.
Ou clique nos links abaixo para:
Todos os posts da viagem, posts de Londres, Praga ou Istambul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s