Londres: St Paul’s Cathedral, China Town, Sea Life Aquarium, Hyde Park e Kensington Gardens

DIA 24 DE ABRIL DE 2012
Neste último post da série sobre nossa viagem de 2012, eu conto como ganhei um dia extra em Londres e pude explorar a cidade totalmente sozinho num roteiro que incluiu a Saint Paul Cathedral (com visita a cripta e o domo), o bairro de China Town, Sealife Aquarium, e uma caminhada pelo Hyde Park e Kensington Gardens.

Para ver todos os posts desta viagem, clique aqui. Para conhecer o roteiro completo, índice de posts, dicas sobre as cidades e resumo da viagem, clique no link abaixo:
Londres, Praga e Istambul: viajando por 3 mundos em 15 dias

Em nosso último dia de viagem eu e minha irmã nos separamos. O vôo dela partiu para o Brasil antes do sol nascer e o meu seria apenas as 22:30h… Eu nunca tinha viajado sozinho e quando me vi naquele situação tomei uma decisão: explorar o máximo que pudesse naquelas poucas horas restantes, espremendo Londres até sua última gota…

Então pela manhã perdi um tempinho no processo de checkout no Westpoint Hotel, depois eles gentilmente permitiram que eu deixasse minhas malas num armário perto da recepção e eu parti pra minha última expedição pela cidade… Eu teria aproximadamente 8 horas!

Minha primeira parada foi em uma das atrações mais visitadas de Londres, que ainda tinha estado fora do nosso roteiro: Saint Paul Cathedral. Peguei o metrô e desci na estação St Paul’s, pela Central Line (também acessível pelas estações Mansion House e Cannon Street).

Londres 01 St Paul Cathedral (1)

St Paul Cathedral – Fachada oeste e a estátua de da Rainha Anne

Em horário de missas, a entrada na igreja é liberada no salão principal, mas em geral paga-se o preço salgado de£15.00 e o visitante tem direto a explorar toda a igreja, a cripta e subir no alto do domo, onde se tem acesso à câmara dos sussurros e a Golden Gallery, onde temos um dos melhores mirantes da cidade, com uma vista sensacional de 360 graus.

O domo da Saint Paul’s é o segundo maior do mundo, perdendo apenas para a Basílica de São Pedro no Vaticano. Aliás, eu contei sobre minha visita ao maior domo do mundo neste post aqui.

Há muito tempo sou leitor voraz dos livros do escritor inglês Bernard Cornwell e isso acabou despertando meu interesse por alguns ícones da História Britânica. Por isso, o mais legal da cripta foi visitar o pomposo túmulo do Almirante Nelson, que morreu liderando a marinha britânica contra Napoleão na Batalha de Trafalgar em 1805 e também o túmulo do Duque de Wellington, que liderou as tropas britânicas na batalha de Waterloo.

Pra quem gosta de igrejas, arte e História, o passeio é imperdível. Pra quem não gosta de nada disso, o passeio continua sendo bem legal, porque a vista de lá do alto compensa a subida.

Londres 01 St Paul Cathedral (2)

St Paul’s Cathedral – Vista para The Shard

St Paul Cathedral - Vista praça

St Paul Cathedral - Vista Skyline

Londres 01 St Paul Cathedral (5)

St Paul’s Cathedral – Vista para o Rio Tâmisa

Londres 01 St Paul Cathedral (6)

St Paul’s Cathedral – Vista para a Tower Bridge

Infelizmente não era possível fotografar nem na igreja nem na cripta, então, quem quiser mais informações pode buscar aqui no site oficial da Catedral.

Saindo da igreja, saquei meu mapa e corri para China Town Village, descendo na estação Leicester Square do metrô e caminhando até a Gerrard Street. O pequeno bairro chinês fica dentro da região conhecida como Soho e o acesso também pode ser feito pela estação Piccadilly Circus.

Dezenas de lojas e restaurantes se enfileiram e a rua fica enfeitada com motivos chineses. Na verdade eu achei até bem discreto, mas o lugar é legal, principalmente para que não aguentava mais comer fish & chips

Londres 02 China Town (1)

China Town – Portal da Gerrard Street

Escolhi um restaurante (que infelizmente não lembro o nome) e sentei para comer num ambiente onde eu era a única pessoa com cara de ocidental. Tinham grupos de turistas, pessoas que pareciam estar em horário de trabalho e uns velhinhos almoçando sozinhos. Aparentemente todos chineses e todos super desenvoltos com o cardápio, diferente de mim…

Londres 02 China Town (2)

Decoração interna do restaurante

Eu ali sozinho, com um cardápio escrito em chinês com descrições em inglês, fiquei meio enrolado. Procurei palavras conhecidas nossas como Yaksoba ou Shop Suey e nada… Escolhi um prato com arroz e rezei pra dar certo. Os mais entendidos comiam uns pratos que eu nunca vi por aqui e eu fiquei com vontade de pedir, mas fiquei meio intimidado…

Por fim, acertei na escolha e a comida estava bem gostosa. Pra completar a refeição típica, em vez do café espresso habitual, pedi um chá chinês meio aguadinho e a conta.

Londres 02 China Town (3)

Coreto chines em China Town

Depois dessa rápida passagem pela China, peguei o metrô mais uma vez e fui para o Sea Life Aquarium. Pra chegar lá, basta descer na estação Westminster e seguir em direção a London Eye. O prédio é aquele bonitão que fica colado na roda gigante e a entrada custa £25.20 para compras via internet (clique aqui para comprar).

O aquário é nada mais que uma espécie de zoológico de animais marinhos. Nada muito grandioso e empolgante, mas dá pra ver bem de pertinho os tubarões, arraias, águas-vivas e peixes de todos os tipos. De gigantes a pequeninos…

Sea Life Aquarium - Tubarão

Sealife Aquarium - Peixe

De acordo com informações que podem ser encontradas no site oficial, eles tem aquários que somam mais de 2 milhões de litros de água, 500 espécies de animais de todas as partes do mundo, mais de 40 tubarões de 12 espécies diferentes e 65 exposições com 30 tipos diferentes de plantas. Tudo isso em 14 áreas temáticas espalhadas por 3 andares.

Londres 03 Sealife Aquarium (3)

Além de centenas de espécies de peixes, eles também tem crocodilos, tartarugas e outros animais que “curtem” água de forma geral

Londres 03 Sealife Aquarium (4)

Funcionárias do aquário alimentando os peixes

Além dos peixes, eles tem jaulas de jacarés e crocodilos, tartarugas e a mais legal de todas, que é a jaula dos pinguins, que simula um ambiente antártico! Esta atração é chamada de “Penguins: Ice Adventure“.

Sealife Aquarium - Penguins: Ice Adventure

Sealife Aquarium - Penguins: Ice Adventure

Sealife Aquarium - Penguins: Ice Adventure

As crianças adoram e o lugar está cheio de pequeninos. Me senti um tiozão passeando no meio delas. Daqui a alguns anos, na companhia dos meus filhos, talvez eu curta mais o passeio.

Vai a Londres? Que tal comprar ingressos online para as principais atrações da cidade, pagar com desconto e ainda furar fila? Clique aqui e compre seus ingressos no TicketBar.


De lá, já sentindo que a viagem estava chegando ao fim, segui para o Hyde Park, que ficava bem ao lado do hotel onde fiquei hospedado. Assim eu poderia ficar explorando o imenso parque e quando chegasse a hora de partir, eu correria para o hotel para pegar minha mala, sem muito susto ou correria. Ou não...

Passei pelo Marble Arch, tomei um café em um dos quiosques do parque e fiquei circulando por lá, meio sem rumo, curtindo aquele verde e observando os esquilos…

Londres 04 Kensington Gardens (1)

Próximo a entrada do Hyde Park está o Marble Arch

Londres 04 Kensington Gardens (2)

O horizonte é todo tomado pelo imenso Hyde Park

Londres 04 Kensington Gardens (3)

Passeando pelo verde do Hyde Park

Fui andando em direção ao Rio Serpentine, passando primeiro pelas belíssimas fontes e jardins do local conhecido como Italian Gardens. Fiquei ali observando os patos e recuperando as energias e em seguida fui para o Kensington Gardens, em direção ao Princess Diana Memorial.

Londres 04 Kensington Gardens (4)

Entrada do “Westbourne Gate” no Hyde Park

Londres 04 Kensington Gardens (5)

Italian Gardens

Londres 04 Kensington Gardens (6)

As fontes e lagos do Jardim Italiano

Londres 04 Kensington Gardens (7)

Detalhe da Fonte do Jardim Italiano

Londres 04 Kensington Gardens (8)

Vista para o “Long Water”

No caminho conheci a estátua de Peter Pan e a Serpentine Bridge. Passei pela Galeria Serpentine, mas pela hora eu não podia mais entrar, porque meu tempo estava se esgotando.

Londres 04 Kensington Gardens (9)

Estátua de Peter Pan em Kensington Gardens

Londres 04 Kensington Gardens (10)

Serpentine Bridge

Quando cheguei no memorial da Princesa Diana, já estava super tarde e eu acabei voltando por medo de perder a hora do avião. Corri tanto que esqueci de fotografar e ainda perdi meu mapa impresso do “Guia visual da folha de S. Paulo”…

A verdade é que o memorial é meio sem graça (ou a pressa não me deixou muito tempo para contemplação), mas a caminhada valeu a pena, porque pude percorrer todo o parque, que oferece paisagens lindíssimas!

Serpentine Bridge

Depois fiquei um tempão procurando o tal mapa, que deve ter caído do meu bolso de trás da calça. Percorri o caminho de ida e o caminho de volta olhando os cantinhos, arbustos, latas de lixo e outros lugares onde ele poderia estar caído ou alguém pudesse tê-lo jogado. Quando vi que estava ficando realmente tarde, eu literalmente retornei correndo pro hotel… arranquei cachecol, luva e gorro e fui correndo e suando feito um doido no meio do parque.

E assim acabou minha viagem… Peguei minhas bagagens no hotel e parti pra estação de trem de Paddington, com destino ao aeroporto. Esse ultimo dia, mesmo sozinho, tinha valido a pena.

Balanço geral da viagem dos 15 dias de viagem:

Três cidades tão distintas, três culturas tão diferentes. Valeu a pena, mesmo com os dias perdidos em longos deslocamentos por avião, a dificuldade (e custo) pra administrar três moedas e câmbios diferentes… Dois anos depois, acabei retornando a Londres, dessa vez na companhia de minha querida esposa e em breve conto também como foi essa experiência. Pela segunda vez na cidade, pude enxergar as coisas com outros olhos, sem deixar de levar a Elisa para conhecer todos os lugares clássicos que eu já conhecia. Mas essa história eu conto mais tarde…

___
Clique no link a seguir para ler sobre o Roteiro completo da viagem de 15 por Londres, Praga e Istambul.
Ou clique nos links abaixo para:
Todos os posts da viagem, posts de Londres, Praga ou Istambul.

Anúncios

Um pensamento sobre “Londres: St Paul’s Cathedral, China Town, Sea Life Aquarium, Hyde Park e Kensington Gardens

  1. Pingback: Visita guiada às obras do AquaRio, 2 meses antes da inauguração | Batalhas pelo mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s