Dublin: Como ir do aeroporto ao centro, visita à Old Jameson Destillery e um roteiro para explorar a cidade a pé

Começo agora a série de artigos sobre nossa viagem de outubro do ano passado, quando conhecemos Dublin, Edimburgo, Liverpool, Londres e arredores. Neste post vou contar como chegar no centro de Dublin a partir do aeroporto, um pouco sobre a visita guiada na Destilaria Old Jameson e como foi nosso primeiro passeio a pé, passando pelo Rio Liffey, Christ Church Cathedral, Castelo de Dublin, Temple Bar e O’Connel Street. Que tal começar esta nova viagem com a gente?

Clique aqui para ler todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido 2014, que passou por Dublin, Edimburgo, Liverpool e Londres. Aguarde em breve o artigo com o roteiro completo, índice de posts e resumão de toda a viagem.

Ainda lá na fase de planejamento, em julho de 2014, eu falei um pouquinho sobre o roteiro global e de nossos primeiros planos neste post aqui:
Planejando um novo destino: Irlanda e Reino Unido em 14 dias

Os planos não mudaram muito, mas fizemos alguns pequenos ajustes que vamos contando ao longo dos posts… E assim, no dia 02 de outubro, finalmente desembarcamos em Dublin, na República da Irlanda! Depois de um longo vôo com conexão em Paris, chegamos no aeroporto de Dublin por volta das 12h. Nossa primeira dica será sobre o deslocamento entre o aeroporto e o centro da cidade, que foi muito fácil e recomendo a todos.

Bem em frente ao portão de saída do aeroporto, atravessamos a ruazinha onde circulam os táxis e ali na pista central, logo de cara, vimos os ônibus da Airlink 747. Em frente ficam as máquinas para compra dos bilhetes e o guichê de informações.

Irlanda Dublin chegada (1)

Quiosque para compra da passagem do Airlink

O ônibus Airlink 747 liga os Terminais 1 e 2 do aeroporto ao centro da cidade, indo até a Estação Ferroviária de Heuston, passando pelos principais pontos da cidade.

Pagamos €10 pelo bilhete que dá direito a viagem de ida e de volta e compramos na máquina de auto-atendimento, que aceitava cartão de crédito ou dinheiro. Como a máquina não tinha troco para notas de €100 (o que é péssimo, porque todo turista recém chegado só tem notas de 100), pagamos no cartão mesmo.

Uma página legal em português com informações detalhadas sobre o serviço pode ser vista aqui: Airlink Express: Aeroporto de Dublin – Centro e Heuston. Se quiser comprar a passagem com antecedência, você pode fazer isto pela internet clicando aqui.

Para outras opções de transporte do aeroporto para o centro, o blog Vida na Irlanda conta tudo com o artigo Se virando em Dublin: ônibus de/para o aeroporto.

O ônibus é bem confortável, com bastante espaço para acomodarmos nossas malas. A viagem foi tranquila e chegamos em nosso hotel em aproximadamente 30 minutos. Ou seja, não há necessidade de táxi, nem serviço de transfer.

Irlanda Dublin Samuel Beckett Bridge

No caminho, um vislumbre da bela Ponte Samuel Beckett, em formato de harpa gaélica

Descemos do ônibus na O’Connel Street, que é a principal rua da cidade e subimos em direção a Parnell Square. Ficamos hospedados Hotel St George, que fica ali pertinho da praça e fizemos o caminho todo a pé, tranquilamente. Felizmente, não estava chovendo durante nossa chegada, o que é raro na cidade…

Irlanda Dublin chegada (3)

Quarto do Hotel St George

O quarto era confortável, com a única ressalva do banheiro, que tinha um box minúsculo e um sistema de aquecimento que em alguns momentos parecia não funcionar muito bem.

No geral gostamos muito de nossa experiência no Hotel St George, que tinha boa localização, apesar de estar longe da Temple Bar. Ou seja, longe do barulho e do agito na hora do sono, mas perto da zona comercial. Como a cidade é pequena, foi tranquilo circular sempre a pé.

Irlanda Dublin chegada (4)

Ante-sala no nosso quarto no Hotel St George

Irlanda Dublin chegada (5)

Banheiro do Hotel St George

Já no primeiro dia conhecemos um recepcionista brasileiro que nos deu várias dicas e durante o café da manhã, no dia seguinte, também vimos pelo menos duas brasileiras trabalhando. Aliás, os brasileiros parecem ter invadido Dublin, porque esbarramos com váaaarios…

Apesar de estarmos bem desgastados pelo vôo, decidimos sair para explorar a cidade a pé e fazer um reconhecimento geral. A primeira parada seria na The Old Jameson Destillery, onde faríamos uma visita a destilaria/museu que conta tudo sobre o famoso whiskey irlandês com uma parada para almoço.

Irlanda Dublin chegada (6)

Igreja Presbiteriana, pertinho do Hotel St George

Contornamos a Parnell Square passando pelo Writers Museum e paramos para ver o Garden of Remembrancecom sua enorme fonte em formato de cruz, construído em homenagem àqueles que deram suas vidas em nome da luta pela liberdade na Irlanda.

Irlanda Dublin Garden of Remembrance Parnell Square

Parnell Square – Garden of Remembrance

Irlanda Dublin Parnell Square - Garden of Remembrance

Parnell Square – Garden of Remembrance

Irlanda Dublin chegada (10)

Fachada de residências típicas de Dublin na Parnell Street

Fomos caminhando e admirando a cidade… Pegamos a Mary Street e fomos descendo até o final, onde demos de cara com a Old Jameson Destillery, no número 7 da Bow Street, já quase as 3h da tarde, famintos…

Irlanda Dublin chegada (11)

Fachada da destilaria Old Jameson

Irlanda Dublin chegada (12)

Entrada da Destilaria Old Jameson

A ideia era almoçarmos no 3rd Still Restaurant, que fica no mezanino da destilaria, e depois faríamos uma visita guiada no museu/destilaria para uma aula de fabricação de whiskey irlandês. O problema é que a visita é organizada em pequenos grupos com hora marcada e quantidade limitada, mas a fome era tanta que nem paramos para ver como era o esquema e subimos direto para o restaurante.

Comecei comendo um fish and chips com purê de ervilha e a Elisa pediu um combo especial com sopa de tomate, batata frita e sanduíche de filé. Tinha tudo pra ser bom, pela apresentação e pelo visual do lugar, mas não foi nada demais… E pra piorar, eles não tinham nada pra beber além de whiskey, coca-cola ou cerveja com um shot de whiskey. A gente não queria beber whiskey (apesar de estarmos ali pra visita a uma destilaria), então as opções eram péssimas. Achei fraco… A conta total foi de €25.

Irlanda Dublin Destilaria Old Jameson

Interior da Destilaria Old Jameson

Depois do almoço tentamos comprar o ingresso para a visita guiada ao museu, mas os ingressos para o grupo seguinte estavam esgotados e a gente teria que esperar em torno de 40 minutos para o próximo. Acabamos desistindo…

DICA: Compre seu ingresso para o tour antes do almoço e faça sua refeição enquanto espera (ou coma em outro lugar). A dica parece meio óbvia, mas nós demos esse mole e acabamos perdendo a visita. Em dias de maior procura, a venda de ingressos pode se encerrar as 15:15h. Para mais informações sobre o tour acesse o site oficial da Old Jameson.

Se você ficou curioso sobre a visita a Old Jameson, o pessoal do blog Vida na Irlanda mostra os detalhes que nós perdemos no post “Conhecendo a Irlanda: Old Jameson Distillery“.

Depois desse banho de água fria, seguimos para uma caminhada ao longo do Rio Liffey, admirando as construções às margens do Rio e explorando um pouco mais do centro de Dublin.

Passamos pelo Four Courts e depois desviamos um pouquinho do rio para conhecer de perto o prédio da Prefeitura de Dublin, a Christ Church Cathedral, e o Castelo de Dublin. Como já estava tarde, não conseguimos entrar em nenhum destes lugares, que já estavam fechando para visita. Deixamos para voltar outro dia com mais calma e continuamos a peregrinação…

Irlanda Dublin Rio Liffey

Vista do Rio Liffey

Irlanda Dublin Four Courts

Do outro lado do Rio Liffey – The Four Courts

Irlanda Dublin chegada (16)

A ponte que liga “Dublinia” a “Christ Church Cathedral”

Irlanda Dublin chegada (17)

Grupo se reúne aos pés da Christ Church Cathedral

Irlanda Dublin chegada (18)

Christ Church Cathedral

Irlanda Dublin chegada (19)

Prédio da Prefeitura de Dublin

Irlanda Dublin - Castelo de Dublin

Pátio interno do Castelo de Dublin

Depois de uma parada para um café no Dwarf Jar Cofee e de mais alguma caminhada ao longo do rio, finalmente chegamos na região conhecida como Temple Bar, que leva este nome justamente por causa do Pub que se tornou um ícone na cidade.

Irlanda Dublin Temple Bar

O célebre Pub Temple Bar

Mesmo àquela hora, bem antes do cair da noite, a região já estava bem agitada. E o rock’n roll parecia fluir de todos os lugares, pois as ruas estavam cheias de músicos, um em cada esquina… era muito legal simplesmente ficar andando por ali e curtindo a música ambiente.

Vimos também alguns músicos ensaiando no meio da rua para os shows do festival HWCH, mas depois eu conto do que se trata e de como foi participar de um festival de rock em Dublin.

Então atravessamos a Ha’penny bridge e seguimos de volta para a O’Connel Street.

Irlanda Dublin Merchants Arch

Entrada do Bar “Merchants Arch”

Atravessando a famosa Ha'penny Bridge

Atravessando a famosa Ha’penny Bridge

Aproveitamos o comércio da O’Connel Street e visitamos algumas das lojas de departamento para comprar um agasalhos de última hora, como luvas, gorros e cachecóis, pois o frio dos próximos dias prometia ser intenso.

Detalhe do monumento

Detalhe do monumento “The Spire”, a escultura mais alta do mundo

Irlanda Dublin  O'Connel Street

A Estátua de James Larkin e a fachada sofisticada da Clery’s

Irlanda Dublin Fachada do Hotel St George

Fachada do Hotel St George

Durante as andanças pela O’ Connel Street aproveitamos para fazer uma parada na loja da Paddywagon Tour e compramos nossos ingressos para o passeio bate-volta para os Cliffs of Moher. Estávamos bastante ansiosos para fazer este passeio, que foi agendado para o dia 04/10, dois dias depois.

Vou contar tudo sobre este passeio incrível para os Cliffs of Moher nos próximos posts, então fique ligado! Até lá, se quiser saber detalhes sobre este passeio, recomendo visitar o site oficial da Paddywagon Tour, que fez o nosso transporte com guia e ofereceu um serviço muito bom. Recomendo!

Veja abaixo o mapa com todos os principais pontos mostrados neste post:

O dia seguinte foi bem intenso… Então nos próximos posts vamos falar sobre este dia, quando conhecemos a Trinity College e o Livro de Kells, St Stephen’s Green, Guinness Storehouse e o Festival de Rock Hard Working Class Heroes. Até a próxima!


Clique aqui para ver todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido 2014 e conheça os detalhes dessa viagem que passou por Dublin, Edimburgo, Liverpool e Londres.

Está procurando opções de hospedagem em Dublin? No Booking.com você encontra centenas de ótimas opções. Clique aqui e comece sua busca.

Anúncios

Um pensamento sobre “Dublin: Como ir do aeroporto ao centro, visita à Old Jameson Destillery e um roteiro para explorar a cidade a pé

  1. Pingback: Edimburgo: Saiba como ir do aeroporto ao centro e conheça nossa recomendação de hospedagem | Batalhas pelo mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s