Dublin: bate-volta para Cliffs of Moher, passando por Kinvara, Doolin e Bunratty Castle

Um dos passeios mais aguardados de toda a viagem foi a excursão para os Cliffs of Moher. Neste post contamos tudo sobre a excursão de um dia que fizemos a partir de Dublin passando pelo Dunguaire Castle, em Kinvara, Baby Cliffs no Condado de Clare, Fitz’s Cross em Doolin e Bunratty Castle. Leia nossa post, que está recheado de lindas fotos e entenda porque as Falésias de Moher foram finalistas na eleição das novas 7 maravilhas naturais do mundo!

Clique aqui para ler todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido. Aguarde em breve o artigo com o roteiro completo! Enquanto isso clique no link a seguir para conhecer o roteiro global e o planejamento desta viagem de outubro de 2014: Planejando um novo destino: Irlanda e Reino Unido em 14 dias

Chegou o grande dia de conhecermos os famosos Cliffs of Moher, um dos passeios mais aguardados de toda a viagem. Optamos pelo tour da empresa Paddywagon Tours, com seu ônibus inconfundível, ostentando as cores verdes e o simpático mascote Leprechaun.

O ônibus da Paddywagon Tour, Baby Cliffs

O ônibus da Paddywagon Tour

Compramos nosso ingresso em um gift shop que fica na O’Connel Street durante nosso primeiro dia na cidade. O passeio teve duração total de aproximadamente 12 horas, com as seguintes paradas principais:

  • Dunguaire Castle & Kinvara Fishing Harbour
  • Baby Cliffs, no Condado de Clare
  • Parada para almoço no Fitz’s Cross, em Doolin
  • Cliffs of Moher
  • Bunratty Castle

Sempre com vistas lindas pelo caminho, principalmente na estrada da costa atlântica. A escolha do dia da viagem foi toda baseada na previsão do tempo e conseguimos acertar em chrio! Choveu um pouco no caminho, claro, mas na maior parte do tempo pegamos céu ensolarado…

Pegamos o ônibus por volta das 7:30h da manhã, em frente ao Savoy Cinema. O motorista, que também era nosso guia, se chamava Matt e era uma figuraça! Ele passou a viagem inteira ao microfone contando histórias, curiosidades ou simplesmente fazendo piadas aleatórias. Falava rápido com o sotaque bem carregado e tinha um jeito bonachão (e debochado) que era hilário.

Tornou o caminho, que é bem longo, muito tranquilo e divertido…

interior da Irlanda, residências bucólicas

No caminho, casas bucólicas

legenda

A estrada para Galway

Em um posto de gasolina com loja de conveniências, fizemos uma parada super rápida para banheiro e água. Depois pegamos novamente a estrada até chegarmos na vila de Kinvara, no Condado de Galway. A principal atração da cidade é o Dunguaire Castle, que fica a beira do mar, num cenário lindíssimo.

Dunguaire Castle - Vila de Kinvara, Galway

Dunguaire Castle, na vila de Kinvara

O ônibus parou perto do porto de pesca de Kinvara, onde ficou esperando apenas 20 minutos. Neste tempo ficamos ali curtindo o visual, onde os famosos barcos de pesca conhecidos pelo nome sugestivo de “Galway Hookers” dividem espaço com as gaivotas, num cenário emoldurado pelo céu, o mar e o castelo…

Galway Hookers, Dunguaire Castle

Os famosos Galway Hookers – ao fundo o Dunguaire Castle

Kinvara fishinng harbour

Kinvara Fishinng Harbour

Pena que não deu pra entrarmos no castelo, nem pra conhecer a cidade… Em 20 minutos, depois de muitas fotos, voltamos pro ônibus.

lago, gado, condado de Clare, caminho para Doolin

Paisagem no caminho para Doolin

paisagem no caminho para Cliffs of Moher

Ruínas de Castelos

Durante o caminho o guia explicava um pouco da história da Irlanda, a cultura gaélica e as invasões Vikings. O guia explicou que as ruínas na paisagem são todas de construções do povo gaélico ou viking, porque eles tem orgulho de dizer que não há construções romanas na Irlanda… Em teoria o romanos não conseguiram a avançar pela Irlanda. Então tudo é autenticamente irlandês.

Ruínas de casas antigas na beira da estrada

Ruínas de casas antigas na beira da estrada

A bela estrada na costa do Atlântico

A bela estrada na costa do Atlântico

Beirando o Atlântico na estrada para Doolin

Beirando o Atlântico na estrada para Doolin

Seriam carneiros tosados, lhamas fofinhas ou poodles supernutridos?

Seriam carneiros tosados, lhamas fofinhas ou poodles supernutridos?

Já quase em Doolin, no Condado de Clare, fizemos uma parada de 15 minutos numa região da costa atlântica apelidada de “Baby Cliffs“.

Babu Cliffs

Parada nos “Baby Cliffs”

O nome é uma referência aos Cliffs of Moher, porque ali teriamos uma versão miniatura (baby) dos famosos penhascos (cliffs). De fato a geografia da região lembra os Cliffs of Moher e a paisagem começa a mostrar traços daquilo que iríamos ver em breve.

Irlanda Cliffs of Moher (24)  Baby Cliffs

Versão miniatura do Cliffs of Moher

Irlanda Cliffs of Moher (25)  Baby Cliffs

Nos “Baby Cliffs” temos um gostinho do que está por vir

São penhascos e falésias com as mesmas características dos Cliffs of Moher, só que em versão miniatura. E bem ao fundo, no horizonte, já dava pra ver um pouquinho dos famosos penhascos. A paisagem não é nada demais, só que foi um bom aperitivo para aumentar a emoção de estar chegando nos “Cliffs”. Afinal ainda faltava um pouquinho, pois ainda iamos parar para o almoço.

Irlanda Cliffs of Moher (27)

De volta a estrada…

Chegando em Doolin paramos na Fitz’s Cross para 50 minutos de almoço. O local tinha em torno de 4 ou 5 restaurantes e depois de entrar em cada um acabamos ficando naquele que foi recomendado pelo Matt, o Fitzpatrick’s Bar.

Era o mais estiloso, com cara de Pub Irlandês e o que tinha maior fila. Foi lá também o local onde comemos a pior comida de toda a viagem (incluindo escócia e inglaterra mais tarde). Meu estômago está se revirando até agora, só de lembrar!

Irlanda Cliffs of Moher, Doolin  - almoço no Fitz's Bar

Parada para almoço no Fitz’s Bar em Doolin

Tinhamos umas 3 opções de pratos, com os ingredientes a mostra e os atendentes iam servindo em nossas bandejas conforme seguíamos a fila. Desavisado, pedi o penne que veio meio pegajoso numa bomba de carboidratos com cenoura e purê de batata. Elisa pediu sopa… Se tiver chance, fuja!

Irlanda Cliffs of Moher, Doolin - Fitz's Cross

Fitz’s Cross – Vila de Doolin

Casinhas com teto de palha na beira da estrada

Casinhas com teto de palha na beira da estrada

Em pouco tempo de estrada finalmente chegamos nos Cliffs of Moher! De longe a vista já impressiona…

Irlanda Cliffs of Moher (32)

O caminho para os Cliffs of Moher

Depois de breves instruções do guia, fomos liberados para um passeio de 1:30h. Como o tempo era curto, passamos pelo centro de visitantes (lindo, encravado na rocha) e fomos direto para os penhascos.

Começamos pela trilha da direita, subindo até a Torre O’Brien e fomos descendo pela margem até a extremidade oposta. As fotos falam por si só…

O'Brien Tower - Cliffs of Moher

Eu e a Torre O’Brien

A Torre O'Brien no alto dos "Cliffs of Moher"

A Torre O’Brien no alto dos “Cliffs of Moher”

Detalhe da Torre O'Brien

Detalhe da Torre O’Brien

Irlanda Cliffs of Moher (40)

Finalmente, os famosos Cliffs of Moher

Irlanda Cliffs of Moher (45)

Elisa posando com a Torre O’Brien em outro angulo

Irlanda Cliffs of Moher (47)

Paisagem bucólica da região dos “Cliffs”

Na trilha da esquerda, a partir de um certo ponto há uma mureta e uma placa que diz que é proibido ultrapassar, por causa do perigo de queda. Ninguém respeitava o aviso e havia uma fila gigantesca de pessoas que haviam pulado a mureta e iam seguindo pela margem do penhasco. Velhinhos, crianças e adultos… Fazer o quê? Seguimos também! Mas na verdade era bem tranquilo…

Homenagem àqueles que perderam suas vidas neste lindo e perigoso precipício

Homenagem àqueles que perderam suas vidas nestas lindas e perigosas falésias

Irlanda Cliffs of Moher (49)

Por este angulo dá pra ver como o penhasco é gigantesco

Irlanda Cliffs of Moher (56)

Fila de turistas ao longo das trilhas a beira do penhasco, após o limite permitido

Depois de um dia inteiro com céu azul, o vento estava super forte, muito frio e começava a chover. Na verdade demos muita sorte, porque em dias de chuva a visibilidade cai muito e dá pra ver muito pouco. A paisagem é exuberante e as falésias tomam o horizonte ao perder de vista… Pra quem está de carro, sem restrições de tempo, deve ser muito legal poder seguir por todas aquelas trilhas e explorar toda a margem dos penhascos.

Irlanda Cliffs of Moher (58)

Contemplando as falésias

Como tinhamos tempo limitado, aproveitamos a proximidade da chuva e voltamos correndo em direção ao centro de visitantes. Lá dentro eles tem um gift shop (claro!), além de um restaurante/café com uma vista panorâmica sensacional e um pequeno museu.

Irlanda Cliffs of Moher (61)

Mapa da região

Irlanda Cliffs of Moher (62)

Centro de visitantes dos Cliffs of Moher

Irlanda Cliffs of Moher (63)

Restaurante com vista panorâmica para as falésias

Só conseguimos comprar uma água, dar uma olhada no local e retornamos pro ônibus sem ver o museu. Com mais tempo disponível, um almoço com aquela vista deve ser sensacional.

O guia disse que antigamente a empresa fazia a parada para almoço ali. Mas como só há um restaurante, eles costumavam ter muitos problemas. O restaurante não dava conta e muita gente perdia a hora. Por isso hoje em dia eles param na Fitz’s Cross.

Irlanda Cliffs of Moher (64)

Escultura no centro de visitantes

Por falar em perder a hora, depois de algum tempo dentro do ônibus esperando duas meninas que estavam atrasadas, o Matt fez uma rápida enquete com o grupo: “Já estouramos os 15 minutos de tolerância, o grupo está todo aqui e nem sinal dessas duas meninas. Quem acha que devemos ir embora?”

Depois de alguns poucos gritos de consentimento, o cara partiu sem dó nem piedade… Achei sacanagem, mas já era a terceira vez que elas se atrasavam. Então o ônibus partiu sem elas e pra piorar com as bolsas e outros objetos pessoais delas dentro!

Irlanda Cliffs of Moher (65) Bunratty Castle

Praça nos arredores do Bunratty Castle

 

Neste ponto tempo uma diferença cultural gigantesca… No Brasil ninguém respeita regras (muito menos de pontualidade) e este tipo de atitude implacável deixa a gente meio chocado.

Na verdade o cara ficou meio sem graça e tentou amenizar a coisa fazendo piada e dizendo que os irlandeses eram cruéis. Depois ficou se desculpando no microfone, dizendo que “regras são regras” e que se ele não fosse implacável estaria desrespeitando todo o restante do grupo que foi pontual…

No meio do trajeto até Bunratty ele recebeu um rádio do outro ônibus da Paddywagon Tours com a informação de que as meninas tinham sido localizadas e pegariam as coisas delas conosco em Bunratty. O povo do ônibus aplaudiu ao receber a notícia de que as meninas estavam bem.

Então descemos em Bunratty para uma última parada de 20 minutos.

Irlanda Cliffs of Moher (67)  Bunratty Castle

Arredores do Castelo de Bunratty

Original Durty Nelly's

Original Durty Nelly’s foi fundado em 1620

Irlanda Cliffs of Moher (68)  Bunratty Castle

Charme irlandês na arquitetura da vila

O lugar era bonito, mas o tempo era muito curto e não dava pra quase nada. Já estava quase escurecendo e estávamos cansados. Então ficamos ali em volta do Castelo de Bunratty, tiramos algumas fotos e nos preparamos para partir.

Irlanda Cliffs of Moher (69)  Bunratty Castle

O Castelo Bunratty, a fortaleza medieval mais completa da Irlanda

Irlanda Cliffs of Moher (71)  Bunratty Castle

Castelo Bunratty

No caminho de volta, como não tinha mais muita história pra contar sobre os lugares que visitaríamos, nosso guia resolveu preencher o tempo de viagem falando bobagens.

Irlanda Cliffs of Moher (72)

Voltando da última parada do passeio

 Ele retornou contado piadas de todos os tipos… Sacaneou irlandeses, americanos, ingleses, loiras, etc. Algumas piadas eram velhas até aqui, o que era muito curioso, porque podemos ver que algumas piadas são universais e são contadas em várias línguas.

E quando a piada era muito infame o cara pedia desculpas depois de contá-la… Uma figura!

E assim acabou nosso passeio bate-volta para os Cliffs of Moher. A noite saímos para jantar e curtir música nos Pubs da Temple da Bar. Contamos um pouco da experiência no post anterior.

O dia seguinte seria nossa despedida da Irlanda e nossa chegada em Edimburgo! Aproveitamos o ultimo dia para conhecer um restinho de Dublin que ainda tinha ficado pra tras: Castelo de Dublin, Saint Patrick Cathedral, Christ Church Cathedral e Saint Stephen’s Green. Aguardem!


PROGRAME-SE:
Empresa: Paddywagon Tour
Site:  http://www.paddywagontours.com/
Preço: €40
Horário de saída: 7:30h
Duração da viagem: 12h (aproximado)


Clique aqui para ver todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido 2014 e conheça os detalhes dessa viagem que passou por Dublin, Edimburgo, Liverpool e Londres.

Está procurando opções de hospedagem em Dublin? No Booking.com você encontra centenas de ótimas opções. Clique aqui e comece sua busca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s