Edimburgo: Saiba como ir do aeroporto ao centro e conheça nossa recomendação de hospedagem

Primeiro artigo sobre nossa visita a Edimburgo, começo contando tudo sobre o serviço de ônibus AirLink, que faz o trajeto aeroporto-centro e dispensa completamente qualquer serviço de taxi ou translado particular. Aqui conto também como foi nossa hospedagem e indico o hotel onde ficamos. Um ótimo custo-benefício, dentro do Centro Histórico…

Clique aqui para ler todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido. Aguarde em breve o artigo com o roteiro completo! Enquanto isso clique no link a seguir para conhecer o roteiro global e o planejamento desta viagem de outubro de 2014: Planejando um novo destino: Irlanda e Reino Unido em 14 dias

Depois de uma longa espera dentro do aeroporto de Dublin por conta do atraso do nosso voo da AerLingus (mais detalhes neste post aqui), finalmente chegamos em Edimburgo depois das 22:30h com mais de três horas de atraso.

Chegamos exaustos, mas felizmente entre Irlanda e Reino Unido não houve processo de imigração nem nada parecido, então saímos direto a procura do serviço de ônibus. A gente sabia que o serviço de Edimburgo era bem parecido com o de Dublin, então seguimos tranquilos em busca do ponto de ônibus da AirLink, pois o uso de taxi ou serviço particular de translado é completamente desnecessário.

No link a seguir está o artigo onde conto como foi nossa experiência com o AirLink, que faz o trajeto aeroporto-centro em Dublin: Como ir do aeroporto ao centro, visita à Old Jameson Destillery e um roteiro para explorar a cidade a pé

Antes de viajar pra lá pegamos todas as dicas sobre o transporte do aeroporto até o centro com este post super detalhado do blog Contando as Horas, que fala sobre absolutamente tudo em Edimburgo: Airlink – Como ir do aeroporto de Edimburgo até o centro da cidade.

O ponto do ônibus fica bem em frente a um dos portões de saída, então pegamos o lado esquerdo e fomos seguindo pelo corredor que cruza todos os portões até o stand 19 e lá estava o AirLink100. O bilhete só de ida custou 4£ (preço de 2014) e pode ser comprado nos guichês ou pode ser pago diretamente ao motorista do ônibus, que em teoria não pode dar troco, então você deve levar o dinheiro da passagem certinho. Para mais detalhes clique aqui e acesse o site oficial.

O ônibus é super espaçoso e era ligeiramente melhor do que o de Dublin no andar inferior, pois tinha mais espaço para as malas no bagageiro. Ele tem 2 andares e as malas podem vigiadas de qualquer lugar através das televisões do ônibus. Eles também tem uma rede Wi-fi que funcionou lindamente… Além de tudo, a motorista do ônibus era uma moça muito simpática e prestativa, que atendeu a gente super bem.

Vista do alto da North Bridge (foto tirada no dia seguinte a tarde)

Vista do alto da North Bridge (foto tirada no dia seguinte a tarde)

Saímos as 22:50h e chegamos na Waverly Station, estação terminal, em torno de 20 ou 30 min. A primeira impressão da cidade foi a melhor possível… ao chegar na estação já nos deparamos com toda aquela arquitetura medieval incrível e mesmo àquela hora da noite o clima era bem tranquilo.

Ficamos hospedados no Ibis Edinburgh Centre South Bridge, que fica bem pertinho do centro histórico, do outro lado da ponte.

Descemos na Princes Street e atravessamos a ponte do lado norte (North Bridge) até o lado sul (South Bridge) em pouco mais de 10 minutos de caminhada.

Atenção: antes de chegar no  Ibis Edinburgh Centre South Bridge, passamos por outra unidade logo após a famosa Royal Mile, o Ibis Edinburgh Centre Royal Mile. Mas não pare ainda! O Hotel que estamos recomendando fica um pouquinho mais a frente, após a esquina com a rua Cowgate.

Chegando no Ibis, no meio de toda aquela arquitetura medieval, encontramos um hotel super moderno, com instalações estalando de novas. O atendimento na recepção foi caloroso e simpático e apesar do horário avançado, nos recomendaram o uso do restaurante do hotel, que poderia preparar alguma coisa pra gente a qualquer hora da noite…

Nosso quarto do Ibis South Bridge

Nosso quarto do Ibis Edinburgh Centre South Bridge

Chegando no nosso apartamento, encontramos um quarto limpo, moderno, silencioso e confortável. Nada muito sofisticado, mas o quarto tinha aquele padrão que a gente está acostumado a ver em qualquer lugar do mundo, com algo mais. Tinha apenas um pequeno “porém”, o banheiro…

O banheiro minúsculo, mas estiloso, do Ibis

O banheiro minúsculo, mas estiloso, do Ibis

Mais uma do banheiro diminuto

Mais uma do banheiro diminuto

O banheiro era minúsculo e ocupava apenas um canto do quarto. Na verdade, como engenheiro, eu achei a solução fantástica, porque a falta de espaço do banheiro era compensada com muito estilo, sobrando espaço no quarto.

Eu diria que o banheiro cumpre bem seu papel, sem espaço para “estripulias”… ou seja, nada de banhos românticos a dois no chuveiro e também não aconselho deixar roupas limpas e secas no box esperando para serem vestidas após o banho, evitando ter que sair com roupas úmidas no frio escocês.

Outro ponto negativo foi: apesar de constar na reserva do Booking que o quarto tinha cofre, o mesmo não existia.

Depois de tudo pronto, descemos para nosso jantar tardio no restaurante do Hotel, que serve comida a noite toda… decidimos não arriscar e pedimos uma pizza. Barato, rápido e sem risco de errar. Enquanto comíamos a pizza, a TV local noticiava as eleições no Brasil falando sobre o resultado preliminar para o primeiro turno…

Jantar improvisado na madrugada, no restaurante do Ibis

Jantar improvisado na madrugada, no restaurante do Ibis

A pizza estava muito gostosa, mas na hora de pagar levamos o primeiro susto!

Paguei com uma nota de 50£ mas o garçom me trouxe troco como se eu tivesse pagado com 20£. Chamei o cara e avisei que o troco estava errado e ele afirmou que não, que eu tinha dado 20£. Argumentei: eu acabei de chegar no Reino Unido e só tenho notas de 50£. Ele ficou meio sem o que dizer e disse que ia checar se tinha alguma nota de 50£ no caixa e depois ajustou o troco sem pedir desculpas, nem dar explicações.

A atitude me surpreendeu. A Elisa acha q foi proposital, mas eu ainda acho que ele se enganou… vou tentar manter meu coração puro, pois os escoceses só me deram motivos para confiança e não o contrário, mas que pegou mal, pegou… Ficamos com a sensação de que ele tentou dar um golpe na gente, pois estávamos cansados e vulneráveis e éramos presas fáceis. Eu abstraí este episódio e no fim foi tudo ótimo!

Pra resumir minha avaliação do hotel:

  • Pontos fortes: instalações novas, quarto confortável e silencioso, apesar de simples. Ótima localização, pertinho da Royal Mile (Centro Histórico). Bom café da manhã e restaurante com serviço a noite toda.
  • Pontos fracos: Banheiro minúsculo. Não tem cofre no quarto.

A falta de espaço era compensada pelo estilo e modernidade. Ao chegar a tarde no dia a dia, ainda podemos nos servir com um café Nespresso de cortesia na entrada. Na hora do café da manhã, no dia seguinte, perdemos a hora porque dormimos demais e eles não se importaram de deixar a gente lá se servindo sozinhos, depois do horário regular e até esquentaram algumas coisas pra gente. Foram muito simpáticos.

Enfim, acho que foi um bom custo benefício.

Depois dessa aventura, fomos dormir bem tarde. No dia seguinte teríamos uma agenda bem cheia começando com a visita ao Castelo de Edimburgo e em seguida Tartan Weaving MillsScotch Whisky Experience e pôr-do-sol no Calton Hill.

Foi um primeiro dia sensacional. Não percam os próximos posts com todos os detalhes e muitas e muitas fotos!


Clique aqui para ver todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido 2014 e conheça os detalhes dessa viagem que passou por Dublin, Edimburgo, Liverpool e Londres.

Está procurando opções de hospedagem em Edimburgo? No Booking.com você encontra centenas de ótimas opções. Clique aqui e comece sua busca.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Edimburgo: Saiba como ir do aeroporto ao centro e conheça nossa recomendação de hospedagem

  1. Oi, pessoal

    Que legal que os posts já estão aparecendo por aqui… Bom rever um pouco dessa cidade que eu adoro! Obrigada por citar meu blog!! Espero que tenham gostado de Edimburgo e da Escócia.

    Curtir

    • Olá Bruna! Nós que agradecemos!
      Seu blog foi nossa referencia principal em Edimburgo… A gente não fazia nada sem “te consultar” primeiro. Pra fazer justiça de verdade eu teria que citar seu blog uma vez por parágrafo. Hehehe
      A Escócia é mesmo sensacional. E por questões pessoais, Edimburgo acabou se tornando uma cidade especial pra mim e pra Elisa…
      Obrigado pelas dicas!
      Grande abraço,
      Alessandro

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s