Edimburgo: Pólo gastronômico da Rose Street e o Palácio de Holyroodhouse, a residência oficial da Rainha

Já se passaram vários meses desde que fiz o último post e não vou mais prometer retomar a regularidade, porque já fiz isso várias vezes e não cumpri (mal aê…). Mas achei este artigo guardado nos rascunhos e resolvi reviver nossos dias em Edimburgo.

Na segunda parte do nosso terceiro dia visitamos o pólo gastronômico da Rose Street, o Palácio de Holyroodhouse, as ruínas da Abadia de Holyrood, o parlamento escocês e a noite, o café The Elephant House, que se diz ser o preferido da escritora J.K. Rowling (será mesmo?).

Clique aqui para ler todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido. Aguarde em breve (ou não) o artigo com o roteiro completo! Enquanto isso clique no link a seguir para conhecer o roteiro global e o planejamento desta viagem de outubro de 2014: Planejando um novo destino: Irlanda e Reino Unido em 14 dias

Nosso moleque já tem quase 3 anos e até agora não consegui escrever o relato da viagem onde e quando ele foi concebido! Desde esta viagem, fizemos várias outras viagens e muita coisa aconteceu. Mas antes que eu transforme este blog em um blog de viagem com crianças, vou retomar os trabalhos e concluir o roteiro Irlanda, Edimburgo e Londres! Ou não… rs.

Bateu até uma saudade agora… 

Em nosso terceiro dia inteiro pela cidade, depois do passeio pelo Princes Street Gardens, meio por acaso, fomos caminhando pelas redondezas e encontramos sem querer a Rose Street, que é uma rua bem bacana, onde fica um dos pólos gastronômicos de Edimburgo:

Vista para Rose Street

A Rose St é uma rua de pedestres, com restaurantes ao longo de toda sua extensão de um lado e do outro. No horário que fomos, o movimento estava bem fraco e todos os restaurantes estavam vazios, o que me faz crer que a região “bomba” mais a noite e talvez, nos finais de semana.

Seguindo a estratégia de buscar restaurantes de culinária internacional, fugindo da comida britânica, optamos por um restaurante mexicano chamado Miro’s. Era um restaurante bem pequeno, com uma decoração bacaninha e uma comida boa, apesar de não ser o melhor exemplo de culinária mexicana que já provamos.

Elisa comeu o peixe do dia (Hake) e eu comi fajitas e cerveja Corona (2). Preço total com gorjeta 35£.

Vista do onipresente Castelo de Edimburgo, a partir da Castle Street, nas redondezas

Depois seguimos pela Rose St, paramos numa filial da Primark para umas compras rápidas de acessórios de frio que estavam fazendo falta e partimos para o Holyrood Palace, sempre a pé, para apreciarmos a arquitetura da cidade e curtir o céu azul que estava fazendo naquele dia.

Depois de uma meia hora de caminhada, chegamos no Holyrood Palace, que é a residência oficial da Rainha da Inglaterra, quando ela está visitando a cidade de Edimburgo.

Entrada do palácio

Fizemos a visita com audio-guide em português do Brasil. Na época pagamos £11,30 por pessoa, mas em consulta ao site oficial do palácio podemos ver que o preço atual é £14,00 por adulto e £17,50 com a entrada combinada com ” The Queen’s Gallery” (que não visitamos).

Mais informações no site oficial: https://www.royalcollection.org.uk/visit/palace-of-holyroodhouse

Lá dentro visitamos os aposentos reais e aprendemos também sobre a história de Mary, Queen of Scots, que teve um reinado turbulento e repleto de episódios dramáticos. Muitos destes episódios tiveram o palácio como cenário. Além disso, toda a visita vale a pena pelo mobiliário histórico e obras de arte, todos muito bem conservados.

Infelizmente não é permitido fotografar no interior do palácio, apenas no pátio principal, nos jardins e nas ruínas da Holyrood Abbey. O que já rendeu lindas fotos…

Pátio interno do palácio, depois do portão principal

Mais um pátio interno

Saindo do palácio, depois de uma aula de história, fizemos uma visita as ruínas da Holyrood Abbey, já no final do dia, com o sol descendo no horizonte.

… Abadia de Holyrood

Ruínas da…

O entorno do palácio é muito bonito e fica colado no Holyrood Park. Então vale a pena uma volta no entorno do castelo, para admirar os jardins e toda a natureza ao seu redor.

Parte externa do palácio, próximo às ruínas da Abadia

Vista para o parque

Jardins do Palácio de Holyrood

Ao final do passeio fizemos uma parada rápida pra comprar nossas lembranças da Escócia na lojinha do palácio e na saída, bem em frente ao Queen’s Gallery, nos deparamos com uma estrutura modernosa, de forma irregulares e futurísticas e descobrimos que se tratava do Parlamento Escocês. Sem planejar nada, decidimos entrar e descobrir se dava pra turistar ali dentro…

Entrada do parlamento escocês

Depois de passar pelo Raio-X e pela revista de segurança, descobrimos que a visita à câmara era paga e resolvemos “pular” essa. Então tomamos nosso caminho de volta ao centro, subindo a Royal Mile, fazendo um trajeto de volta diferente.

Dica: A gente estava muito cansado das andanças do dia, mas o ideal seria subir a trilha do Artur Seat, que fica ali pertinho, e ver o pôr do sol do pico mais alto da cidade. Mas por razões físicas, não deu… Voltamos pro hotel para descansar um pouco e saímos para um jantar leve.

Pôr do sol em Edimburgo

A noite, já bem cansados de um dia intenso de caminhadas e tentando nos poupar para viagem que faríamos no dia seguinte para as Terras Altas, fizemos uma programação noturna bem light.

Paramos pra comprar cashmere em uma loja da South Bridge (que mais tarde em casa cometemos o sacrilégio de estragar lavando na máquina) e depois fomos no Elephant House, que se diz o café preferido da famosa escritora J.K. Rowling. Eles se proclamam o berço de Harry Potter, lugar onde ela se inspirava para escrever os livros no início da carreira…

Vista do salão do Elephant House

Decoração do Elephant House

O lugar até tem um certo charme, mas achei uma grande forçação de barra dizer que a J.K. Rowling se inspirava tomando café ali. Essa história serve de isca para quem é fã do bruxinho, mas se você é um desses, não espere sentir uma aura diferente no lugar. Espere apenas tomar um bom chocolate quente ou algo parecido…

Tomamos sopa de frango picante, chá tradicional inglês e bolos de amêndoas & marzipan e Chocolate Fudge. A conta toda deu algo em torno de £ 23.

No próximo post vamos continuar nossa história descrevendo como foi o passeio em ônibus de excursão para as Terras Altas e o Lago Ness. Não vou prometer velocidade, mas um dia eu escrevo… hehehehe.

Abraço a todo mundo que acompanha a gente. É bom estar de volta…


Clique aqui para ver todos os posts do Roteiro Irlanda e Reino Unido 2014 e conheça os detalhes dessa viagem que passou por Dublin, Edimburgo, Liverpool e Londres.

Está procurando opções de hospedagem em Edimburgo? No Booking você encontra centenas de ótimas opções. Clique aqui e comece sua busca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s